Notícia

Agora treinador, Loco Abreu também quer seguir jogando em El Salvador

Após passagem pelo Rio Branco, uruguaio contratado para dirigir o Santa Tecla não descarta se dividir em papel de treinador e atleta

Ex-Rio Branco, Loco Abreu agora é o técnico do Santa Tecla, de El Salvador
Ex-Rio Branco, Loco Abreu agora é o técnico do Santa Tecla, de El Salvador
Foto: Santa Tecla/Divulgação

Vivendo sua primeira experiência como treinador no salvadorenho Santa Tecla, após passagem pelo Rio Branco, se engana quem pensa que isso seria o início da transição do uruguaio Loco Abreu de dentro para a beira das quatro linhas.

Em declaração dada ao portal Globo Esporte, ele deixou claro que, mesmo aos 42 anos de idade, não tem a intenção de colocar um ponto final em sua trajetória como jogador. Tendo nesse momento em mente a ideia de, depois de cumprir com o papel de técnico interino, acertar um vínculo para ajudar os Periquitos com seus gols ao invés de suas instruções.

Loco Abreu entrando em campo pelo Rio Branco, no Kleber Andrade
Loco Abreu entrando em campo pelo Rio Branco, no Kleber Andrade
Foto: Rio Branco/Divulgação

“Continuo a ser jogador. Apenas abri mão nesse momento pela necessidade do clube. Mas a ideia é fazer um contrato para defender a equipe como atleta na próxima temporada. A experiência como treinador vai ser curta mas boa, pensando no meu futuro”, analisou El Loco.

Leia também

O charrua tem condições de exercer o papel de técnico desde o ano passado após ter concluído um curso onde, além dele, estiveram outras figuras conhecidas do futebol sul-americano como Marcelo Gallardo e o compatriota Diego Forlán.

Abreu foi além em suas ideias pontuando que, caso haja a possibilidade, não descarta o modelo onde tenha de se dividir entre os papeis de comandante e atleta no clube da América Central:

“Também posso fazer as duas funções: jogador e treinador.”

Ver comentários