Notícia

Desportiva fecha treino à imprensa após presidente ser preso

Nesta quinta o treinamento está previsto para acontecer às 16 horas e há treinos previstos para sexta e sábado

Os treinos acontecem no Estádio Engenheiro Araripe, em Cariacica
Os treinos acontecem no Estádio Engenheiro Araripe, em Cariacica
Foto: Henrique Mantovanelli | Desportiva Ferroviária

Os torcedores da Desportiva terminaram a noite desta quarta-feira (7) assustados em ver o nome do presidente eleito do clube grená em meio a um caso de tráfico de drogas internacional. Edney Costa foi preso pela Polícia Federal em operação que apreendeu 246 quilos de cocaína junto a uma carga de milho em contêiner. Outras seis pessoas também foram detidas.

Ainda se pronunciando por nota, a Desportiva fechou os treinos nesta quinta-feira (7) e nesta sexta-feira (8) para a imprensa, no Estádio Engenheiro Araripe, em Cariacica. No local, os portões, que normalmente ficam abertos, já estavam todos fechados pela manhã. Não havia movimentação no entorno do estádio, apenas no estacionamento, que também é utilizado para venda de carros. A assessoria de imprensa do clube afirmou que nenhum representante falaria sobre o caso por enquanto. 

Nesta quinta, o treinamento está previsto para acontecer às 16 horas. Na sexta-feira, o treino na academia acontece pela manhã e a parte física será realizada na parte da tarde. Há previsão de treinos também no próximo sábado (9).

A principal torcida do clube, a Grenamor, que sempre acompanha o time de futebol nas competições estaduais, se posicionou no final da manhã desta quinta-feira sobre o caso e disse que o fato não tem a ver com o clube, já que Edney trabalhava como portuário e por isso o caso deve ser tratado como policial.  

Um dos integrantes e sócio do clube, o universitário Vinícius Lempé, de 25 anos, se diz decepcionado com a situação. O torcedor afirma que votou em Edney nas recentes eleições e acredita que ele começou a fazer um bom trabalho no clube como presidente, com boas contratações para o Capixabão 2018. “Ele se mostrava diferente e interessado no futebol. Estava ouvindo um pouco desses boatos ontem (quarta) e quando confirmou a notícia, como apaixonado pela Desportiva, não acreditei. Eu fui um dos apoiadores da campanha. Decepção é a palavra que resume esse momento”, diz.

Edney Costa foi preso nesta quarta-feira em uma operação da Polícia Federal
Edney Costa foi preso nesta quarta-feira em uma operação da Polícia Federal
Foto: Eduardo Dias

Vinícius acredita que o clube precisa se blindar da relação pessoal do presidente para evitar perder receitas para o próximo ano. “No momento eu espero que o clube se blinde o máximo o possível. O Edney é uma pessoa e a Desportiva é um clube que é muito maior que ele. O clube precisa segurar o patrocinador, porque já tem sérios problemas e se perder o principal patrocinador corre risco de até fechar as portas”, diz.

O Campeonato Capixaba começa para o time de Cariacica no dia 20 de janeiro, com a partida contra o Rio Branco de Venda Nova do Imigrante, pela primeira rodada. A Desportiva se reforçou com nove jogadores para o Capixabão. Na última competição, neste ano, o time ficou na oitava posição correndo o risco de cair para a Série B. O principal rival, Rio Branco, acabou caindo para a Série B.

Nota completa da Desportiva sobre o caso

A Associação Desportiva Ferroviária informa que, diante do suposto envolvimento, no caso da operação da Polícia Federal, do presidente eleito Edney José da Costa - que tomaria posse no dia 01 de janeiro de 2018 -, a diretoria se reuniu na noite desta quarta-feira (06) e decidiu pela suspensão do mesmo nas atividades do clube, até que o caso seja esclarecido, também respeitando os direitos de defesa do presidente eleito. Uma reunião entre a diretoria e o Conselho Deliberativo do clube será convocada para discutir a questão, tomar medidas cabíveis e avaliar a possibilidade de novas eleições. O futebol profissional segue em atividade.

Nota completa da torcida Grenamor 

Diante dos recentes eventos ocorridos envolvendo o Presidente da Desportiva Ferroviária, Ediney Costa - que tomaria posse em janeiro de 2018 - a Grenamor vem a público com a presente nota se posicionar neste momento em que nosso clube ganha destaque na imprensa, inclusive na capa do jornal A Gazeta. A primeira coisa que queremos manifestar é o nosso total apoio à Tiva e aos profissionais que estão com a Locomotiva a todo vapor em pré-temporada para o Capixabão 2018.

O esforço, dedicação e planejamento de profissionais como Rafael Soriano, Luiz Felipe Lacerda e os jogadores já contratados não pode ser prejudicado sob hipótese alguma. Gostaríamos de lembrar ainda que o fato nada tem a ver com o clube ou com o futebol, conforme afirmação do próprio Delegado que conduz as investigações, de que o suposto crime foi cometido no exercício da sua profissão no Porto de Vitória e, por isso, deve ser tratado como caso policial, no mínimo por respeito aos profissionais e ao clube. Reiteramos: a Desportiva Ferroviária não é objeto de investigação e, por isso, tem o costumeiro apoio incondicional da Grenamor. Pedimos a todos os torcedores da Desportiva Ferroviária, imprensa e amigos torcedores de outros clubes que se unam em prol deste clube histórico, que somado aos rivais, é protagonista de uma história de resistência e luta pelo futebol Capixaba. Suportamos o golpe. Venceremos mais essa.

Ver comentários