Notícia

Choro? Com Buá, só se for de alegria

O jovem meia Buá, de apenas 18 anos e 1,80 de altura, marcou um dos gols na vitória sobre o União Barbarense e fechou o placar em 2 a 0.

Buá é um dos destaques da Desportiva na Copa SP
Buá é um dos destaques da Desportiva na Copa SP
Foto: João Brito/Desportiva

Pelé, Cafu, Neto, Flávio Caça-Rato, Cláudio Caçapa, Walter Minhoca, Yago Pikachu, Boquita, Índio, Loco Abreu, Ratinho, Zé Gatinha...

Jogadores com apelido sempre fizeram parte do futebol brasileiro. E dentre tantos nomes curiosos nesta Copa São Paulo de Futebol Júnior 2019, um em especial fez a alegria da torcida da Desportiva no último domingo (06).

O jovem meia Buá marcou um dos gols na vitória sobre o União Barbarense e fechou o placar em 2 a 0.

Nascido José Alves Neto, o jogador de apenas 18 anos e 1,80 de altura contou como surgiu esse apelido incomum. “Foi quando eu era um bebê. Minha irmã não aguentava mais o meu choro (risos) e falou com o meu pai: "não aguento mais esse choro 'buá, buá' desse menino. Quando ele crescer vou chamá-lo de Buá. Aí pegou”, afirmou o atleta, que também contou sobre a vasta cabeleira que ostenta.

“O cabelo grande eu tenho desde pequeno, só cortei uma vez, quando tinha três anos, e vou manter sim”, garante.

Esta é a primeira participação de Buá na Copinha e o meia-atacante aposta na união para buscar um resultado positivo contra o Novorizontino e conquistar uma das vagas à 2ª fase. “Nos unimos de uma forma incrível, e estamos colhendo os frutos”, disse.

Ver comentários