Notícia

Vai ser jogaço: Serra e Vitória se enfrentam por vaga na decisão

Partida acontece na noite desta terça-feira, no Robertão. Quem avançar enfrenta o Atlético Itapemirim na final da Copa ES

No primeiro jogo da semifinal, o Vitória derrotou o Serra por 2 a 1
No primeiro jogo da semifinal, o Vitória derrotou o Serra por 2 a 1
Foto: Wagner Chaló/Vitória F.C.

O clássico entre Serra e Vitória vai definir o segundo finalista da Copa Espírito Santo 2018 - o Atlético Itapemirim se classificou no último sábado. A partida de volta das semifinais acontece nesta terça-feira, às 20h15, no estádio Robertão, em Serra Sede. Por ter vencido a ida, por 2 a 1, o Alvianil joga pelo empate. Ao Tricolor Serrano resta apenas o resultado positivo para chegar à decisão.

A história do confronto entre os dois clubes teve início no final da década de 1990. De lá para cá, o Serra passou a ser um dos protagonistas do futebol local no período, rivalizando com grandes equipes do futebol capixaba, caso do Alvianil, de história centenária.

As duas equipes já se enfrentaram 33 vezes entre Campeonato Capixaba, Copa Espírito Santo e Série B do Campeonato Capixaba. A vantagem está do lado alvianil, que venceu 15 vezes, enquanto o Tricolor Serrano tem 12 triunfos. Em seis oportunidades as partidas terminaram empatadas.

Rodrigo César, volante do Vitória
Rodrigo César, volante do Vitória
Foto: Sidney Novo/Globoesporte.com/ES

Se no retrospecto geral o Vitória tem uma leve superioridade, na Copa Espírito Santo o equilíbrio predomina. Dos 33 duelos entre os dois clubes, 11 foram disputados na Copa ES.

Com o resultado positivo na partida de ida da semifinal da edição deste ano, o Vitória chegou a cinco triunfos sobre o Serra na competição, igualando o mesmo número de vitórias do Tricolor Serrano no clássico. O único empate ocorreu na edição de 2016 do torneio.

Rodrigo César, volante do Vitória, afirma que o Alvianil está preparado para os desafios da partida de hoje, no Robertão.

"Nos preparamos bem já que não tivemos jogo no final de semana. A equipe está mais do que pronta e concentrada para a partida. O Serra é muito forte dentro do Robertão. E apesar de jogarmos pela vitória e empate, o favoritismo é todo do Serra. Como o próprio Emilio (meia do Serra) falou que para eles dentro de casa o um a zero é mole. Então nós estamos encarando isso como um grande desafio, afirmou.

Walter vê ambiente favorável

Pelo lado do Serra, o goleiro Walter aposta em um ambiente propício no Robertão para a equipe sair com a classificação. O atleta conhece como poucos o Serra, portanto, ele frisa a importância histórico do jogo à noite com a reestreia dos refletores.

Walter, goleiro do Serra
Walter, goleiro do Serra
Foto: Richard Pinheiro/Globoesporte.com/ES

"Dentro da nossa casa, com o apoio da nossa torcida, a reestreia dos refletores no Robertão, é toda uma química, um ambiente... Para quem já jogou nos tempos áureos do Serra as maiores partidas são sempre à noite. O Serra tem isso na sua trajetória, de reverter os placares adversos. Jogar dentro do Robertão é o que nos faz vencer”, frisou.

Serra x Vitória

Estádio: Robertão (Serra)

Árbitro: Devarly do Rosário

Horário: 20h15

Serra: Walter; Gilmar Baiano, Talys, Marquinhos e Jhonatan (Deco); Caetano, Betinho, Joelson (Andinho) e Igor (Jhoninha); Diego Alves e Rael. Técnico: Charles de Almeida

Vitória: Harrison; Cássio, Léo Breno, Ferrugem e Thainler; Thiago, Rodrigo César e Deivison; Gian, Chiquinho e Nilo. Técnico: Wesley Martinelli

Ver comentários