Notícia

Demare vence décima etapa e Conti segue na liderança do Giro da Itália

Prova contou com um acidente quando restavam pouco mais de 2km para o fim

Com um final emocionante, Arnaud Demare, da Groupama -FDJ venceu a décima etapa do Giro da Itália entre Ravenna e Modena, de 145km. O francês conseguiu escapar do grupo de oito velocistas que deram o Sprint final, arrancando nos 200 metros finais e mantendo pequena vantagem para o italiano Elia Viviani, da QuickStep. Demare, Viviani e outros seis ciclistas fizeram o mesmo tempo: 3h36m07s.

A prova contou com um acidente quando restavam pouco mais de 2km para o fim, quando Pascal Ackemann, alemão da Bora, líder por pontos do Giro e favorito na etapa, acabou tocando na roda do rival, gerando quedas de alguns ciclistas, inclusive dele mesmo, que ficou muito ralado, com o uniforme quase totalmente rasgado. Ainda assim, o alemão se levantou e seguiu até a reta de chegada, mas com 3m06s de desvantagem para o vencedor da etapa. Ainda assim, Ackemann segue líder por pontos, com 155, contra 154 de Demare.

Conti lidera no geral
Em relação à classificação geral, o italiano Valerio Conti, da Emirates , agora com 39h44m39s manteve 1m50s de vantagem para o esloveno Primoz Roglic, esloveno da Jumbo e 2m21s do holandês Nans Peters (equipe AG2r).

– A queda assustou, mas meu time me protegeu bem e consegui manter a liderança por mais uma rodada – disse Valerio Conti.

Outro que faz um ótimo giro é o português Amaro Antunes, da CCC. Está em sexto lugar, 3m05 atrás do líder.

A etapa 11 ocorrerá hoje entre Carpi e Novi Ligure, de 221km, com as mesmas características da prova de ontem, com favoritismo para velocistas e nenhuma alteração na classificação geral.