Notícia

Alison e Bruno celebram um ano da histórica conquista do ouro olímpico

Em entrevista especial, dupla relembra a conquista e fala dos planos para continuar competindo em alto nível até 2020

Ouro olímpico de Alison e Bruno Schmidt... por GazetaOnline

O dia 19 de agosto nunca mais será o mesmo nas vidas de Alison e Bruno Schmidt. Foi nessa data que dupla conseguiu sua apoteose no vôlei de praia mundial, venceu os rivais italianos Nicolai e Lupo e alcançou a inesquecível medalha de ouro na Olimpíada do Rio de Janeiro. Um data que complete um ano hoje. Uma grandiosa conquista, que nem aquela noite de chuva forte e ventos frios impediu que a torcida presente na Arena de Copacabana explodisse em festa.

Há um ano Alison e Bruno Schmidt subiam nas grandes em torno da quadra de jogo para comemorar junto aos seus familiares, há um ano os dois tratam as medalhas conquistadas com o maior carinho possível, há um ano Alison e Bruno cravaram em definitivo os seus nomes entre os maiores atletas do país.

Depois do ouro, a dupla diminuiu o ritmo na preparação dos últimos meses, mas já está começando a acelerar mais uma vez, com os treinos diários na Praia da Costa, em Vila Velha. Em entrevista para o jornal A Gazeta, Alison e Bruno relembraram fatos marcantes da noite de ouro, falaram sobre o amadurecimento da dupla e dos planos para manter o alto nível na Olimpíada de 2020, no Japão.

Alison e Bruno conquistaram a medalha de ouro olímpica do vôlei de praia
Alison e Bruno conquistaram a medalha de ouro olímpica do vôlei de praia
Foto: MARCELLO DIAS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Qual o momento mais marcante da conquista?

Alison: O momento da nossa apresentação na quadra. Na hora que a gente entrou em quadra estava chovendo e as pessoas gritando nosso nome, gritando o Brasil, e no último ponto. Eu corri para minha família, o Bruno correu para a família dele e depois a gente se encontrou. Foi um sentimento de uma realização de um sonho de vida.

Bruno: O que mais me marcou foi que, quando a gente terminou o jogo, demoramos um pouco para retornar para a cerimônia de premiação, quase uma hora, e mesmo assim a Arena continuava lotada, mesmo com aquela chuva toda, todo mundo quis ficar até e entrega da medalha.

Alison e Bruno Schmidt foram campeões olímpicos de vôlei de praia
Alison e Bruno Schmidt foram campeões olímpicos de vôlei de praia
Foto: Agência Estado

Como é o cuidado com a medalha?

Bruno: A medalha é uma coisa muito especial, estou criando um espaço para na casa, para virar um objetivo de destaque. Sou super apegado ela, tenho um ciúme grande, porque só eu sei quando batalhei para ter aquela medalha.

Qual a sensação de lembrar que é um campeão olímpico?

Alison: É incrível. Não é sempre que estou lembrando disso, mas aí encontramos com as pessoas e elas falam dessa medalha. Sempre que paro e penso sinto uma emoção incrível.

Os medalhistas olímpicos do volêi de praia Alison e Bruno
Os medalhistas olímpicos do volêi de praia Alison e Bruno
Foto: Carlos Alberto Silva

Como foi esse período após a conquista da medalha?

Alison: Foi uma temporada de muito aprendizado. Muitos times novos, muitas duplas novas, e nós somos o time a ser batida. Esse ano foi um pouco mais leve, porque se a gente puxar de mais não chegaremos em 2020. Somos atletas um pouco mais velhos, já passamos dos 30 anos. Estamos indo para a quarta temporada, ganhamos muita coisa, então estamos amadurecendo também fora de quadra.

Os patrocinadores aumentaram?

Alison: A gente não tem o que reclamar de patrocínio e apoio. Hoje a nossa medalha de ouro manteve os nossos patrocínios. A gente sabe da crise que o país vive e essa medalha manteve os patrocínio que tínhamos durante 2014, 2015 e 2016.

O que podemos esperar de Alison e Bruno para 2020?

Bruno: Não fico pensando muito lá na frente, gosto de pensar no agora. Gosto de subir cada degrau de uma vez, sem esticar a perna. A melhor resposta que podemos dar é dentro de quadra, no dia a dia. Nossa dupla teve um momento de descanso e agora vamos começar a acelerar. Podem esperar uma dupla competitiva e que vai brigar pelas competições.

Ver comentários