Notícia

Meninos do CTM e meninas de São Pedro são campeões do Metropolitano

CTM goleou o Rio Branco na final masculina por 6 a 2. No feminino, São Pedro derrotou o Rio Branco por 4 a 3 nos pênaltis

Os meninos do CTM, de Anchieta, e as meninas de São Pedro são os grandes campeões do Campeonato Metropolitano de Beach Soccer, que teve as finais disputadas no último sábado (12), na Arena Esportiva Aert, no Bairro de Fátima, na Serra.

O Centro de Treinamento Missão (CTM) goleou o Rio Branco por 6 a 2 na final masculina, enquanto o São Pedro, na decisão feminina, bateu o Rio Branco por 4 a 3 nas penalidades, após empate por 2 a 2 no tempo normal e 0 a 0 na prorrogação.

O CTM, de Anchieta, ficou em primeiro lugar
O CTM, de Anchieta, ficou em primeiro lugar
Foto: Peter Falcão/Pauta Livre

Os melhores goleiros foram Sonaldo, do Rio Branco e Iasmin, do Capixaba. O artilheiro foi Jonathan Gomes, do Geração, com nove gols, e a maior goleadora foi Silvana, do São Pedro, com seis gols. Os melhores jogadores foram Brendo Chagas, do CTM, e Barbara Colodetti, do Rio Branco.

Decisão masculina

CTM, de Anchieta, começou a final arrasador e abriu 3 a 0 na primeira etapa, com gols de Brendo Chagas, Diego e Paulo. O domínio permaneceu na segunda etapa e a equipe do Sul do Estado ampliou para 5 a 0 com dois gols de João Guilherme. Vinícius descontou para o Rio Branco. Final da segunda etapa: 5 a 1 para o CTM. Na terceira etapa, Feijão diminuiu para o Rio Branco, mas Diego fez 6 a 2 para o CTM, placar final.

“Treinamos muito para chegar até aqui e, sem dúvidas, fizemos nossa melhor partida contra o Rio Branco, exatamente na final”, avaliou João Guilherme, do CTM.

“Estou muito feliz pela conquista e também por ter sido eleito o melhor jogador do campeonato. Temos muito caminho pela frente. Vamos continuar trabalhando para atingir metas ainda maiores”, destacou Brendo Chagas, do CTM.

Decisão feminina

A final feminina teve alto nível técnico, com as duas equipes se doando ao máximo em busca do lugar mais alto do pódio. O primeiro tempo terminou sem movimentação no placar. Na segunda etapa, o Rio Branco foi superior e abriu 2 a 0 com gols de Barbara Colodetti e Thaís. Na terceira etapa, São Pedro se lançou ao ataque e, com garra, chegou ao empate com gols de Maiara e Flávia.

 

 

As meninas de São Pedro foram campeãs
As meninas de São Pedro foram campeãs
Foto: Peter Falcão/Pauta Livre

A prorrogação não teve gols. Na cobrança de penalidades converteram para São Pedro: Suellen, Flavia, Andréia e Denyslane. Desperdiçou a Maiara. Para o Rio Branco converteram: Barbara Colodetti, Letícia Villar e Fernanda. Não converteram: Noele e Thaís.

“Entramos um pouco nervosos, mas, aos poucos, encontramos nosso jogo e mostramos poder de superação contra uma grande equipe que é o Rio Branco. A competição foi sensacional e valorizou muito o beach soccer feminino”, disse João Bernardes, técnico do São Pedro.

“Sinceramente não esperava ser a artilheira do Metropolitano. Só pensava em ajudar minhas companheiras a cada jogo já que uma derrota poderia decretar nossa desclassificação ainda na primeira fase. Estou muito feliz porque soubemos superar as adversidades de uma final incrivelmente equilibrada”, disse Silvana, do São Pedro.

Ver comentários