Notícia

Nacif Elias embarca para a Alemanha para a disputa do Grand Slam

Naturalizado libanês, o atleta competirá em Dusseldorf entre os dias 22 a 24 de fevereiro

O judoca capixaba Nacif Elias (categoria -90 Kg) segue nesta quarta-feira (20) do Líbano para a Alemanha onde participará do Grand Slam de Dusseldorf, que acontece do dia 22 a 24 de fevereiro.

Nacif Elias embarca amanhã para a Alemanha nesta quarta-feira (20)
Nacif Elias embarca amanhã para a Alemanha nesta quarta-feira (20)
Foto: Raquel Lima

“Minha preparação foi à melhor possível, tenho treinado forte desde dezembro, fiz minha pré-temporada no Brasil e no Líbano, depois do Grand Slam de Paris, eu acabei fazendo um treinamento de campo em Paris muito forte, que ajudou a me preparar a subir mais um degrau para o Grand Slam de Dusseldorf. Estou preparado mentalmente e me sentindo muito bem para obter um bom resultado. O treinamento de Paris foi muito forte, estavam presentes os melhores atletas do mundo, os tops 10 do ranking mundial e eu pude aproveitar bastante, treinando com eles e pude vê que tenho condições de conseguir uma medalha de ouro em Dusseldorf, na Alemanha”, contou Nacif Elias.

E Nacif Elias no Grand Slam de Paris, que aconteceu no último dia 10 de fevereiro, ganhou duas lutas por ippon contra a Ucrânia e a Eslováquia, de atletas que estavam bem ranqueados. Mas, infelizmente ele não pode prosseguir por questões políticas. Nacif teve que entregar o combate para o atleta da Mongólia, porque na luta seguinte, ele enfrentaria um israelense. O atleta ficou triste porque tinha possibilidade de ganhar uma medalha, mas respeita o acordo firmado.

Mas Nacif viu que está no caminho, só que ele ainda precisa de mais investimentos: estar presentes em mais competições, pois a última competição antes de Paris (fevereiro) tinha sido em outubro de 2018. Ele precisa viajar mais para treinar com mais pessoas fortes, pois no seu estado (Espírito Santo) não consegue ter muitos treinos fortes; no Líbano ele tem bons treinos, mas ainda não é suficiente para obter melhores resultados.

O judoca está passando uma temporada no Líbano, está mantendo o peso, bastante focado no objetivo, mantendo uma dieta pelo nutricionista Adriano Vescovi, fazendo de 2 a 3 treinos diários. Ele está ficando em um alojamento em cima do clube, tendo sauna, uma academia e um tatame, e um fisioterapeuta.

Nacif até o momento está classificado para as Olimpíadas de Tóquio 2020, mas ainda não entrou no ranking dos 16 melhores. Pela cota da Ásia, ele é o primeiro da classificação. Mas o objetivo do atleta é estar entre os 16 no ranking. Nacif almeja conseguir medalhas em Grand Slam e no Mundial, então ele está focado por etapas. O caminho ainda é longo até fechar a classificação olímpica, mas ele acredita que ficará entre os 16 primeiros.

O atleta ainda precisa de mais investimentos e tem passado por muitas dificuldades: “Apesar do Francoois Saade (presidente da Federação Libanesa) estar me ajudando, o custo para se manter no alto rendimento é bem elevado, são muitas viagens... Infelizmente eu não tenho nenhum patrocínio que invista dinheiro tanto no Líbano e no Brasil; só ele que tem arcado com as despesas. Então eu preciso de investidores, ou alguma empresa que possa me apoiar, ou alguma pessoa que possa me ajudar financeiramente para que eu possa rodar todas as etapas do circuito mundial e participar dos treinamentos de campo”, desabafou Nacif.

Nacif ficará no Líbano até o mês de abril e retornará ao Espírito Santo, pois é onde ele mora com sua família. Mas de fevereiro a abril, ele ainda irá participar de algumas competições.

A competição do Grand Slam de Dusseldorf poderá ser assistida ao vivo pelo site www.ippon.tv .

Ver comentários