Notícia

Capixaba é o primeiro brasileiro campeão da maior liga de hóquei do mundo

Mike Greenlay atuou no Edmonton Oilers e foi campeão da National Hockey League (NHL) no final da década de 80. Goleiro é filho de canadenses. Seu pai era engenheiro e veio ao Estado para trabalhar em uma grande empresa

O Espírito Santo é um estado que corriqueiramente revela atletas de destaque no cenário esportivo nacional e, até mesmo, internacional. Porém, em uma modalidade pouco praticada no Brasil, a carreira de um capixaba passou despercebida de seus conterrâneos. No fim da década de 1980, o goleiro Mike Greenlay atuou no Edmonton Oilers e foi o primeiro brasileiro a conquistar um título da National Hockey League (NHL), a principal liga de hóquei no gelo do planeta.  

O goleiro Mike Greenlay atuou no Edmonton Oilers e foi o primeiro brasileiro a conquistar um título da NHL, a principal liga de hóquei no gelo do planeta
O goleiro Mike Greenlay atuou no Edmonton Oilers e foi o primeiro brasileiro a conquistar um título da NHL, a principal liga de hóquei no gelo do planeta
Foto: NHL e Arquivo Pessoal

Você deve estar se perguntando: “um capixaba chamado Mike Greenlay, que fez carreira no hóquei no gelo? Como assim?”. Mike nasceu em Vitória, no dia 15 de setembro de 1968. É filho de canadenses. Ron, seu pai, trabalhava como engenheiro; Lucille, sua mãe, era uma técnica de medicina nuclear. O Brasil, mais precisamente Vitória, cruzou o caminho de Mike por causa de uma oportunidade de emprego de Ron, que no início de 1968 começou a trabalhar na extinta Companhia Vale do Rio Doce.

Leia também

"Meu pai foi designado como gerente de projetos para as novas instalações de minério de ferro construídas pela CVRD, hoje conhecida como Vale. Chegaram no início de 1968 e moraram na Praia da Costa, em Vila Velha", conta.

A sua estadia em terras capixabas durou pouco mais de um ano. Em 1970 os seus pais voltaram para os Estados Unidos. No mesmo ano, entretanto, Ron foi designado para trabalhar em Macapá, no processamento de manganês no rio Amazonas. Além do Brasil, Mike revelou ter morado junto dos seus pais na Venezuela e México, antes de retornarem de vez para o Canadá.

Em Toronto, no Canadá, Mike conheceu o hóquei no gelo. Em 1980, quando ele e a sua família moravam em Calgary, que o desejo de se tornar um jogador profissional de hóquei apareceu. "Quando nos mudamos para Calgary comecei a gostar de hóquei e estava nas melhores equipes da minha faixa etária a cada ano". 

Cards do capixaba Mike Greenlay
Cards do capixaba Mike Greenlay
Foto: Reprodução/NHL

Após se destacar no “high school” (ensino médio) em Calgary, Mike recebeu uma bolsa de estudos para jogar hóquei na Lake Superior State, universidade localizada no estado de Michigan, nos Estados Unidos. No seu segundo ano em Lake Superior State, a sua equipe conquistou a primeira divisão da NCAA - principal torneio universitário dos Estados Unidos -, ao vencer a universidade de St. Lawrence, na decisão, por 4 a 3.

No verão de 1989 veio a consagração: Mike assinou o seu primeiro contrato profissional com o Edmonton Oilers, franquia que detinha uma verdadeira dinastia na NHL, na década de 1980. Foram quatro títulos em um curto espaço de tempo: 1983-84, 1984-85, 1986-87 e 1987-88. Todos esses títulos foram conquistados sob a batuta de Wayne Gretzky, considerado o maior jogador de hóquei da história.

O Edmonton Oilers viria a ser campeão daquela temporada, conquistando o seu quinto e último título. A franquia canadense bateu o Boston Bruins, na série decisiva, por 4 a 1. Apesar de ter disputado dois jogos da temporada regular, Mike não recebeu o anel de campeão.

“Eu não recebi o anel porque as regras dizem que você tem que jogar pelo menos 40 jogos durante a temporada regular ou um jogo na série final. Mas foi uma ótima experiência.” 

Desejo de visitar o Brasil  

O pouco tempo morando em território brasileiro e o fato de nunca mais ter voltado para conhecer o seu país de origem faz com que Mike não saiba falar português, apesar de entender algumas poucas palavras. “Eu não falo português e só entendo algumas palavras. Eu deixei o Brasil quando criança, então não tive a oportunidade de falar o português. Ainda menino, aprendi a falar espanhol quando morei no México e na Venezuela.”

 Mike Greenlay agora atua como comentarista nos Estados Unidos
Mike Greenlay agora atua como comentarista nos Estados Unidos
Foto: Reprodução/NHL

Hoje, aos 50 anos, Mike espera retornar ao Brasil para conhecer o país onde nasceu. “Eu não estive no Brasil desde que nós fomos embora. Mas eu gostaria de visitar algum dia”, declarou.

Atualmente, Mike reside no estado de Minnesota, norte dos Estados Unidos. Ele é casado com Amy, relacionamento que gerou dois filhos: Halston, de 19 anos, e Landon, de 17. Os seus pais estão aposentados e moram em Scottsdale, cidade localizada no estado do Arizona, Estados Unidos.

O hóquei continua presente na vida de Mike de forma intensa. O capixaba virou comentarista, profissão que exerce há 24 anos. Nos dias atuais, ele comenta os jogos do Minnesota Wild para uma emissora americana.

 

 

Ver comentários