Notícia

Capixabas 'bombam' na internet com coreografias de músicas coreana

Grupo de 17 jovens se reúne duas vezes na semana para ensaiar coreografias de pop coreano

Grupo capixaba faz sucesso na internet com coreografias de kpop
Grupo capixaba faz sucesso na internet com coreografias de kpop
Foto: Reprodução/Facebook

A Coréia do Sul é aqui! Depois de explodir na cultura oriental, a famosa kpop - abreviação para música pop coreana - está tomando conta das avenidas de Vitória. Formado por 17 jovens, um grupo capixaba decidiu acompanhar o que há de novo nesse gênero musical e reproduzir com coreografias que usam cenários da Capital nas produções. E pasme: eles estão viralizando na internet com milhares de visualizações nos vídeos que são publicados nas redes sociais. 

De acordo com a estudante de Direito Catharina Nobre, de 19 anos, o grupo começou com oito integrantes, em setembro do ano passado. Ela, que é uma das figuras à frente do Fantasy Dance Group, conta que a primeira apresentação oficial do grupo aconteceu em março deste ano, em um evento de anime e kpop no Estado. "Na época, conquistamos o terceiro lugar no concurso de dança, e recentemente chegamos ao primeiro lugar do pódio em um outro evento do mesmo tipo, também aqui no Espírito Santo", comemora. 

A arte ainda é tratada como hobby pelos integrantes, já que o trabalho não é monetizado. "Apesar de termos grande número de visualizações, nós não ganhamos com isso, e muitos dos membros têm que se dedicar à escola, faculdade e trabalho. Mas fazemos por amor, e por enquanto continuará sendo um hobby", esclarece. 

Segundo Catharina, os atuais 17 integrantes têm entre 15 e 23 anos. Ela conta que os eventos que já competiram foram aqui no Espírito Santo, porque nem sempre dá para eles viajarem para os encontros e competições nacionais. "Mas sempre que a gente compete, a gente grava para postar no YouTube", complementa.

A universitária comenta que o grupo observou que muitas pessoas estavam gostando das produções, e isso os incentivou a continuar com as filmagens. "Nós gravamos de acordo com a oferta de clipes e músicas que as bandas que a gente gosta lançam. Por agora, nós produzimos muito material porque lá estão produzindo muito, também, e aqui estão todos de férias. No mês que vem, por exemplo, esse fluxo deve diminuir", aponta. 

Catharina garante que os ensaios acontecem ao menos duas vezes na semana. Às sextas-feira eles treinam em uma sala da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), que um dos integrantes - que estuda lá - conseguiu que disponibilizassem. "Aos sábados nós usamos uma academia no Centro de Vitória para bolar as coreografias e ensaiar", diz. 

Para ela, todos os integrantes colaboram uns com os outros quanto aos horários e dias de ensaios. "Como temos quatro meninas que têm menos de 18 anos, nós sempre estamos acompanhando os estudos delas, falando para se dedicarem em primeiro lugar à escola, e quando estão com provas marcadas, evitamos de colocá-las em projetos que demandem muito tempo", finaliza.

Multimídia

 

Veja trecho de um vídeo recente que o grupo postou: 

Ver comentários