Notícia

Após cirurgia, capixaba perde quase 100 quilos e agora busca músculos

Luiz Gabriel Oliveira tinha apenas 18 anos quando chegou a pesar 160 quilos. Emagreceu 93 e agora quer eliminar a pele sem precisar de plástica, focado na musculação intensa

Luiz Gabriel Oliveira chegou a pesar 160 quilos com 18 anos
Luiz Gabriel Oliveira chegou a pesar 160 quilos com 18 anos
Foto: Reprodução/Instagram

Luiz Gabriel Oliveira tinha apenas 18 anos quando chegou a pesar 160 quilos. Ele viu o ponteiro da balança subir rapidamente após o falecimento de sua mãe, em 2013. Por conta da depressão, o capixaba enxergou na comida uma válvula de escape para a doença e perdeu o controle, precisando ficar acamado por conta da obesidade. 

Hoje, quem vê Luiz Gabriel cheio de planos e após passar por um processo em que eliminou 93 quilos, pode nem acreditar que o jovem é a mesma pessoa de três anos atrás. Agora ele foca na musculação e iniciou um projeto que ele próprio intitulou de "obeso a monstro". A intenção é "eliminar" a pele que acabou ficando exposta depois do processo de emagrecimento pós cirurgia bariátrica.

Leia também

"Emagreci muito desde que fiz a bariátrica e perdi também muita massa magra. Isso me deixou muito fraco, então eu não conseguia fazer exercícios. Mas ano passado comecei a tomar suplementos, frequentar academia e me alimentar de forma certa para ganhar massa magra. A princípio fiquei com muita pele sobrando. Já consegui melhorar muito o aspecto, mas ainda preciso ganhar mais massa. E não pretendo fazer plástica, quero tentar primeiro este desafio de 90 dias com foco intenso na musculação, alimentação e suplementação", conta. 

Atualmente Luiz trocou Vitória por São Paulo, onde ele faz faculdade de Educação Física. A escolha pelo curso teve influência direta da transformação que seu corpo e saúde passaram por conta de todo o processo de emagrecimento.

"Quando cheguei aos 160 quilos até abandonei o ensino médio porque não tinha condição de estudar. Eu mal saía da cama. Tinha muita vergonha também. Quase infartei e minha pressão estava sempre alta. O médico disse que, se eu continuasse com aquele peso, aos 40 anos não conseguiria mais andar, por conta do meu joelho. E eu decidi mudar. Hoje minha esposa, Taila Nara, me ajuda muito na preparação da dieta. E eu coloquei um novo sentido na vida com a musculação também", releva o universitário de 21 anos.  

Ver comentários