Notícia

Professora diz que vai a academia e desaparece em Vila Velha

Vanessa Pinheiro sofre com depressão. Ela chegou a ser vista no Terminal do Ibes, e ligou para o filho durante a madrugada, mas a família segue sem notícias

Vanessa Pinheiro, professora de Vila Velha, está desaparecida
Vanessa Pinheiro, professora de Vila Velha, está desaparecida
Foto: (Divulgação)

Uma professora de Vila Velha, de 38 anos, está desaparecida desde a noite desta segunda-feira (26), quando foi vista pela última vez, por volta das 21 horas, no Terminal do Ibes. Vanessa Pinheiro sofre com depressão.

De acordo com o marido, Ivan Luis Correa da Silva, 41 anos, Vanessa saiu por volta das 18 horas para ir à academia, e desde então não voltou para casa. Além de professora, ela também é chefe de um grupo de escoteiros de Vila Velha.

"Ela tem depressão, está fazendo tratamento com psicólogo. Ela me pediu para pegar minha filha na escola e depois levá-la ao balé. Conversei com ela na portaria do prédio, antes de sair para pegar os meninos, e ela estava muito deprimida. Busquei as crianças na escola, fiquei com eles e à noite, perto das 22 horas quando voltei para casa com eles, ela ainda não havia retornado. Isso nunca aconteceu antes, dela sair e não voltar", conta.

> Depressão: ajuda pode vir por telefone

> "Paciente pulou da ponte e se arrependeu", conta médico

O casal é pai de dois filhos, uma menina de 5 anos e um menino de 12 anos, mas está temporariamente separado. Apesar disso, Ivan conta que a família passou o domingo (25) junto. A professora chegou a ligar para o celular do filho na madrugada desta terça-feira (27), mas não disse nada ao telefone. A família chegou a retornar a ligação e também enviou mensagens para o celular, mas não conseguiu contato com Vanessa. 

"As amigas falaram que ela não apareceu na academia. Amigas da faculdade disseram ter visto ela no terminal do Ibes, por volta das 21 horas, usando as mesmas roupas de academia. Cheguei a procurar ela na praia, que é um lugar que ela gosta muito, liguei, mandei mensagem e nada. Por volta de uma hora da manhã ela ligou para o celular do meu filho, mas não disse nada. A gente tentou retornar, e ela não atendeu as ligações", lamenta o marido.

Quem tiver qualquer informação pode ligar para o 190 ou fazer contato com a família no telefone 99245-1414.

Ver comentários