Notícia

Cobra de estimação que sumiu no ES é encontrada em lugar inusitado

Gennivaldo havia sido visto pela última vez no último domingo (25) e gerou muita comoção a quem estava envolvido nas buscas

Cobra  de estimação,  Gennivaldo estava desaparecido em Vitória
Cobra de estimação, Gennivaldo estava desaparecido em Vitória
Foto: Arquivo Pessoal

 

A agonia do técnico em RH Luiz Felipe Xavier e de seus familiares chegou ao fim nesta sexta-feira (2). A cobra de estimação da família, conhecida por Gennivaldo, havia sumido, no último domingo (25) da residência da manicure Zinete Xavier, no bairro Resistência, em Vitória. 

Após buscas pelo bairro e campanhas na internet, dona Zinete - mãe de Luiz Felipe, que neste momento mora na África onde dá aula para crianças em um campo de refugiados - colocou uma codorna amarrada na sala da casa para que servisse como isca, caso Gennivaldo estivesse escondido por algum canto. E não é que deu certo?

'O Gennivaldo apareceu! Ele estava escondido dentro do sofá. Mas por conta da codorna que minha mãe colocou na sala, ele acabou saindo", contou Luiz Felipe, que mesmo morando em outro continente esteve acompanhando de perto pelas buscas ao animal de estimação. 

JIBOIA ERA USADA EM TRABALHO DE CONSCIENTIZAÇÃO

O dono da cobra, Luiz Felipe Xavier está na África, atuando em um campo de refugiados onde dá aulas para crianças. Ele ficou conhecido em Vitória por ter o costume de andar dentro de linhas de ônibus da capital com Gennivaldo e outra cobra de estimação, a Maria. Ele fazia um trabalho de conscientização sobre a preservação do meio ambiente, falava do tráfico de animais, das aldeias indígenas do Estado e também do sonho de ir para Uganda, na África.

Ver comentários