Notícia

Médica do trabalho é a primeira vítima identificada de Brumadinho

Marcelle Porto é enteada do juiz Christian Garrido Higuchi, que atua em Minas Gerais

Médica do trabalho Marcelle Porto é a primeira vítima identificada da tragédia do rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho
Médica do trabalho Marcelle Porto é a primeira vítima identificada da tragédia do rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho
Foto: Reprodução/Divulgação/O Tempo

Lisley Alvarenga, MG - A médica do trabalho Marcelle Porto Cangussu, enteada do juiz Christian Garrido Higuchi, de Minas Gerais, é a primeira vítima confirmada da tragédia do rompimento da barragem I da mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, região Metropolitana de Belo Horizonte. 

A tragédia aconteceu no início da tarde da última sexta-feira (25).

Leia também

Segundo o Corpo de Bombeiros, nove pessoas morreram e cerca de 350 ainda estão desaparecidas. 

Ver comentários