Notícia

Presos da Lava Jato tem festa de fim de ano com comida e música

Festa foi realizada no Complexo Médico-Penal em Curitiba, onde está preso Eduardo Cunha; na comemoração, os presos tiveram direito a esfirra, bolo de goiaba e dupla sertaneja

Eduardo Cunha
Eduardo Cunha
Foto: Dida Sampaio | Estadão Conteúdo

Presos da Lava Jato assistiram a um show de música sertaneja na festa de fim de ano do Complexo Médico-Penal (CMP), na região metropolitana de Curitiba. Eles também receberam uma esfirra de carne, um pedaço de bolo de goiaba e um refrigerante.

No CMP estão detidos o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, o ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras, Aldemir Bendine, e o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Netto, entre outros.

Leia também

A dupla sertaneja Bruno César e Leandro se apresentou em todas as galerias do presídio. Na ala reservada para os condenados da Lava Jato, as portas das celas foram abertas. Os presos pediram músicas como “Travessia do Araguaia”, de Tião Carreiro e Pardinho, e outras modas de viola.

A festa foi organizada pelo Conselho da Comunidade, órgão de execução penal que trabalha com 11 presídios da região metropolitana da capital paranaense. Representantes católicos e evangélicos também fizeram uma roda de oração com os detentos. A mesma celebração aconteceu em todas as unidades e atingiu 11,4 mil presos e agentes penitenciários.

Alguns familiares que visitam os presos no CMP têm reclamado da limpeza e manutenção dos banheiros do pátio do presídio. A descarga de um dos toaletes não estaria funcionando e uma das mulheres chegou a comprar uma caixa de descarga nova para fazer a substituição, que não teria sido feita.

A direção da unidade informou, no entanto, que os banheiros do pátio de visitas estão em perfeito estado.

Ver comentários