Notícia

Se for preso novamente, vai mofar na cadeia, diz juiz

No interior de Santa Catarina, homem foi preso e solto duas vezes em 24h

Teste do bafômetro
Teste do bafômetro
Foto: Fernando Madeira

Um juiz do interior de Santa Catarina determinou a soltura de um homem que teria sido preso, pela segunda vez em pouco mais de 24 horas, pelo mesmo motivo: dirigir embriagado.

Na noite desta segunda-feira (1º), o homem havia sido detido no município de Jacinto Machado (250 km de Florianópolis). No dia seguinte, pagou fiança de R$ 333,00 e foi solto.

Mas, no mesmo dia em que foi solto, por volta das 18h foi abordado novamente por uma equipe policial e, ao soprar o bafômetro, teve a embriaguez constatada.

Preso de novo, ele só foi solto nesta quinta-feira (4). Mas a liberdade não veio sem uma advertência do juiz Manoel Donisete de Souza, da Comarca de Turvo (SC).

> PRF-ES adquire novos bafômetros que detectam álcool à distância

"Advirto, contudo, ao indiciado (...) que se for preso novamente, no que depender de mim, vai mofar na cadeia", afirmou o magistrado.

"Registro que em 28 anos de serviço na Magistratura e na Polícia Civil, nunca vi um sujeito conseguir ser preso duas vezes pelo mesmo crime, com diferença de 1 dia entre uma prisão e outra."

O juiz decidiu conceder a liberdade provisória ao indiciado mediante o pagamento de uma fiança, desta vez num valor mais alto: R$ 998,00.

Ver comentários