Notícia

Sozinha, Notre-Dame recebe duas vezes mais visitantes que o Brasil

O local era o monumento histórico mais frequentado da Europa

Incêndio na Catedral Notre-Dame
Incêndio na Catedral Notre-Dame
Foto: ASSOCIATED PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Sozinha, a catedral de Notre-Dame, localizada em Paris — que foi atingida por um incêndio nesta segunda-feira (15) — recebeu duas vezes mais turistas que o Brasil, cerca de 13 milhões por ano, comparado ao Brasil, com 6,5 milhões de visitantes. O local era o monumento histórico mais frequentado da Europa

> "Estou triste", diz Macron sobre incêndio na Catedral Notre-Dame

O número, referente ao Brasil, foi divulgado em 2017 pelo Ministério de Turismo após o cruzamento de dados da Polícia Federal. São 42 mil visitantes a mais do que em 2016, quando o país já havia batido recorde, por ocasião dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. O número também supera o alto volume de entradas registado em 2014 (6.429.852 turistas), ano em que o Brasil sediou a Copa do Mundo de futebol da Fifa.

> Catedral de Notre-Dame abriga obras centenárias

Se comparado ao número de turistas que vieram ao Brasil em 2017, cerca de 6.588.770 pessoas, o monumento em Paris recebeu 5,2 milhões visitantes a mais que o país.

INCÊNDIO

Um incêndio de grandes proporções atingiu  a catedral de Notre Dame. A área próxima ao local foi interditada pelos bombeiros.

De acordo com uma testemunha ouvida pela agencia de notícias Reuters, a fumaça podia ser vista saindo do topo do edifício. A causa do incêndio ainda não está clara. Segundo a rede de televisão local France 2, a polícia trata o ocorrido como acidente.

A prefeita da cidade, Anne Hidalgo, se manifestou no Twitter. "Um terrível incêndio está acontecendo na catedral de Notre Dame", disse a política.

VEJA FOTOS

A catedral era um dos principais pontos políticos da cidade francesa, atraindo milhões todos os anos. O edifício estava passando por renovações, com andaimes e algumas estátuas sendo removidas nas últimas semanas para restauração.

VEJA VÍDEOS

 

 

 

 

Ver comentários