Notícia

Cidades de São Paulo dizem que foram afetadas por greve-geral

Duas prefeituras da Grande São Paulo afirmam que estarão em funcionamento apenas os serviços essenciais

Trânsito intenso na Radial Leste, em São Paulo, na altura do metrô Tatuapé, devido a greve geral, na manhã desta sexta-feira,14
Trânsito intenso na Radial Leste, em São Paulo, na altura do metrô Tatuapé, devido a greve geral, na manhã desta sexta-feira,14
Foto: Fábio Vieira/FotoRua

Ao menos duas prefeituras da Grande São Paulo divulgaram que foram afetadas pela greve-geral convocada nesta sexta-feira (14) em protesto contra a reforma da Previdência. Em Franco da Rocha, a administração suspendeu o expediente nos órgãos municipais. A gestão afirma que estarão em funcionamento apenas os serviços essenciais.

A prefeitura de Diadema, no ABC paulista, também divulgou que o Sindicato dos Funcionários Públicos aderiram a paralisação.

"Em decorrência desta greve, a Prefeitura informa alguns serviços podem ser afetados.

Na vizinha São Bernardo do Campo, a gestão afirma que todos os serviços seguem normalmente.