Notícia

Governo do RJ vai assumir administração do Sambódromo

O objetivo do Estado é utilizar o espaço durante todo o ano e não apenas no Carnaval

Desfile da escola de samba do grupo especial Imperatriz Leopoldinense, no Sambódromo do Rio de Janeiro
Desfile da escola de samba do grupo especial Imperatriz Leopoldinense, no Sambódromo do Rio de Janeiro
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

A administração do Sambódromo do Rio de Janeiro será de responsabilidade do governo do estado a partir do ano que vem. Em nota à imprensa, a assessoria de comunicação do governo estadual informou que o acerto com a Prefeitura do Rio de Janeiro, atual gestora, se deu na noite desta terça-feir (16).

Em junho, o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, e o governador, Wilson Witzel, já haviam antecipado que haveria uma parceria entre estado e prefeitura no Sambódromo. Foi levantada, inclusive, a possibilidade de concessão à iniciativa privada. Na nota divulgada nesta quarta-feira (17), o governo afirma que os detalhes sobre a gestão do espaço serão divulgados nos próximos dias.

"O objetivo do governo estadual é que o espaço seja utilizado durante o ano inteiro, e não apenas no Carnaval", diz o texto.

O sambódromo do Rio de Janeiro fica no centro da cidade, na Avenida Marquês de Sapucaí, que é percorrida pelas escolas de samba da Avenida Presidente Vargas à Praça da Apoteose. O local recebe os desfiles das escolas de samba do grupo especial, das escolas de samba da Série A e das escolas mirins, além de ensaios técnicos e apuração das notas dos jurados. Ao longo do ano, shows e eventos também são realizados na Praça da Apoteose.

> Consórcio Rio Motorsports construirá autódromo do Rio de Janeiro

Ver comentários