Notícia

Polícia prende taxista acusado de matar a mulher e fugir com a filha

Ezequiel estava escondido em um sítio de familiares, no município de Brejetuba, região Serrana do estado

Ezequiel Vicente Dias, 26 anos, foi preso em Brejetuba
Ezequiel Vicente Dias, 26 anos, foi preso em Brejetuba
Foto: Carlos Alberto Silva

Está preso o taxista Ezequiel Vicente Dias, de 26 anos, acusado de ter matado a mulher, Zenaide Trindade, de 30 anos, na madrugada de quarta-feira, na frente da filha, em Vila Capixaba, Cariacica. E admitiu o motivo: ciúmes. “Matei porque ela falou que me traiu três vezes com o mesmo homem”, confessou, já na delegacia.

Ezequiel estava escondido na propriedade de familiares em Vargem Alta, numa localidade que faz divisa com Brejetuba. Ele foi capturado no meio do cafezal por policiais da Delegacia de Homicídio e Proteção à Mulher (DHPM), na tarde desta quinta-feira (24), por volta das 17h.

A operação foi coordenada pelo delegado titular da unidade, Adroaldo Lopes, após a justiça expedir um mandado de prisão temporária. Ezequiel chegou à Vitória por volta das 21h30, acompanhado do pai.

De acordo com o delegado, às 7h desta quinta-feira, o taxista ligou para a cunhada ameaçando-a caso ela entrasse na justiça para pedir a guarda da sobrinha. A mulher esteve na DHPM para denunciar o taxista por conta disso.

“Ele se entregou depois de uma intensa negociação. O pai dele o convenceu a se apresentar e foi até o lugar onde ele estava escondido e trouxe o filho de moto”, detalhou Adroaldo.

Ezequiel vai ser autuado pelo crime de feminicídio. Ele vai ser encaminhado para o Centro de Triagem de Viana.

Crime

Zenaide Trindade dos Santos, 30 anos, foi morta pelo marido dentro do apartamento onde o casal morava
Zenaide Trindade dos Santos, 30 anos, foi morta pelo marido dentro do apartamento onde o casal morava
Foto: Reprodução/Facebook

Zenaide foi assassinada no apartamento onde morava, na frente da filha, de 4 anos. Após matá-la, Ezequiel fugiu com a criança para Brejetuba, onde a deixou com os pais dele e depois se escondeu novamente para escapar da situação de flagrante.

O assassinato aconteceu por volta das 2h30. Segundo Adroaldo Lopes, a morte teria sido motivada por ciúmes. “Ele teria desconfiado que estava sendo traído. A relação do casal já era conturbada, com muitas discussões. Dessa vez, após uma briga mais acalorada, ele acabou a matando”, afirmou o delegado.

Durante a briga, ninguém ouviu as vozes do casal. No entanto, os vizinhos ouviram a filha do casal implorando para que o pai não matasse a mãe dela. Zenaide foi morta com um corte profundo no pescoço.

Entrevista

O taxista Ezequiel Vicente Dias, confessou que assassinou a esposa depois de descobrir que ela estava tendo um caso.

Porque matou sua esposa?

Ela me traiu. Já estava desconfiado disso. Ela sempre me ligava quando saída do trabalho para ir buscá-la e terça-feira (um dia antes do crime) ela não ligou. Fui atrás e vi ela conversando com um homem e cheia de intimidade.

Conversou com ela sobre isso?

Sim. perguntei a ela várias vezes e ele negou. Disse que tinha saído do trabalho e ido comprar um sofá. Mas, eu sabia que ela estava mentindo. De madrugada, ela levantou para tomar água e eu perguntei novamente e disse o que tinha visto mais cedo. Foi então, que ela confessou.

O que ela disse?

Que me traiu três vezes com a mesma pessoa. Disse que fez isso porque ele dava dinheiro a ela sem jogar na cara, como eu fazia. Mas, eu nunca cobrei nada dela.

O que aconteceu na hora do crime?

Quando ela disse para mim que me traiu, respirei fundo e fui para a cozinha e disse que iria embora com minha filha. Ela foi atrás, pegou uma faca e veio para cima de mim. Lutamos e eu tomei a faca dela e dei o primeiro golpe. Ela ainda me deu algumas mordidas. Segurei ela por trás e a matei.

Sua filha viu tudo?

Não. Minha filha em momento algum viu sangue. Quem disse isso está mentindo. Ela só pediu para eu não bater na mãe dela.

Está arrependido?

Sim. matei a mulher que eu amava. Eu sempre fiz tudo por ela. A Zenaide era garota de programa quando a conheci. Tirei ela dessa vida. Dei amor. Só queria isso em troca. Peço perdão à família dela e a minha também.

Ver comentários