Notícia

Adolescente é espancado após tentativa de assalto na Praia do Canto, em Vitória

Um dos seguranças de uma padaria conseguiu deter o acusado e várias testemunhas da tentativa de assalto se aglomeraram ao redor do acusado e começaram a agredi-lo com chutes e socos na cabeça

Uma tentativa de assalto terminou em confusão e agressões na Praia do Canto, em Vitória, na tarde desta terça-feira (03). Uma estudante de 16 anos estava a caminho da escola Irmã Maria Horta, no bairro, quando foi abordada por um adolescente que tentou roubar o celular da vítima. Para conseguir o aparelho, o adolescente deu um golpe conhecido como 'gravata' na estudante, jogando-a no chão, mas, naquele momento, o celular caiu no chão e quebrou. Após a tentativa frustrada de assalto, o jovem fugiu correndo em direção à praia. 

Seguranças de uma padaria do bairro, que viram a ação criminosa, correram atrás do adolescente. Outras testemunhas, inclusive um motociclista que passava pelo local, se mobilizaram na tentativa de apreender o garoto. Um dos seguranças da padaria conseguiu deter o acusado e várias pessoas se aglomeraram ao redor do acusado e começaram a agredi-lo com chutes e socos na cabeça. Cerca de 30 pessoas estavam envolvidas na confusão. 

Ao avistarem o que ocorria, duas mulheres decidiram intervir e impedir que as agressões contra o adolescente continuassem. Por conta desta atitude de tentar proteger o acusado, uma nova confusão começou. O grupo que dava golpes no garoto começou uma discussão política e falava que a dupla de mulheres era 'petista' 'por querer proteger bandido'. Apesar disso, as mulheres conseguiram acabar com as agressões físicas ao garoto. A polícia chegou ao local e finalizou o tumulto. O adolescente foi socorrido ao Hospital São Lucas, em Vitória. 

Ver comentários