Notícia

Com estoque em baixa, Hemoes faz apelo por doações de Sangue

Muitas pessoas estão impedidas de doar no período de 30 dias por terem tomado a vacina contra a Febre Amarela

Hemoes em Maruípe
Hemoes em Maruípe
Foto: Divulgação

O Centro de Hemoterapia e Hematologia do Espírito Santo (Hemoes), localizado na Avenida Marechal Campos, em Vitória, lançou um alerta a população por conta do baixo estoque do banco de sangue. Muitas pessoas estão impedidas de doar por terem tomado a vacina contra a Febre Amarela. A recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) é que o doador espere 30 dias para fazer uma doação.

O apelo é para que pessoas que não tomaram a vacina recentemente compareçam ao Hemoes, que funciona de segunda a sexta das 7 às 19h e aos sábados das 7h  às 13h. Os tipos sanguíneos em baixa são: O-, B- e AB -.

O irmão da dona de casa, Glória Rodrigues, de 68 anos, Antônio Celso Rodrigues, 66 anos, fez uma cirurgia no coração e está internado no Hospital Santa Rita de Cássia, em Vitória. Segundo Glória, o irmão necessita de três bolsas de sangue O- por dia para transfusão. "Estamos nos esforçando ao máximo pedindo nas redes sociais e no boca a boca. Estamos militando porque o tipo sanguíneo dele é raro", afirmou. A doação de sangue para o Antônio deve ser feita no Criobanco, banco de sangue do Hospital Santa Rita.

Segundo a coordenadora do Ciclo do Sangue do Hemoes de Vitória, Nacione Ramos Souza, o Hemoes se mobilizou para ligar para os doadores. "O estoque de sangue O- chegou a quase zero, por conta disso fizemos uma buscativa de doadores em nosso cadastro e entramos em contato por telefone", disse.

De acordo com a Anvisa, 30 dias é o período de adaptação do vírus vivo atenuado no organismo do vacinado, e que o sangue desse doador pode repassar uma falsa doença ao paciente que receber transfusão.

Ver comentários