Notícia

Gracyane Barbosa fez jejum sexual para poder desfilar

"O Belo até falou: 'Amor, pelo amor de Deus'. Mas eu disse que só depois do desfile", contou a rainha de bateria da União da Ilha

Gracyanne Barbosa no carnaval do Rio em 2018
Gracyanne Barbosa no carnaval do Rio em 2018
Foto: Reprodução/Instagram

Gracyanne Barbosa volta com tudo em cima para o cargo de rainha de bateria da União da Ilha, terceira escola a desfilar no Carnaval do Rio, na noite de segunda-feira (12). Conhecida por sua disciplina na malhação, ela contou que se privou de uma série de coisas, inclusive de sexo, para desfilar mais concentrada.

"Me privei de tudo! O Belo até falou: "Amor, pelo amor de Deus". Mas eu disse que só depois do desfile. Foi um dia só também, mais do que isso eu não ia aguentar",  brinca.

Gracyanne representa uma rainha africana com fantasia paga por ela e "à vista":

Leia também

"É um momento de alegria, é indescritível. Estou mais emocionada e ansiosa do que na minha estreia, em 2007. Nessa época, eu não tinha noção da grandiosidade dessa festa. E hoje, mais madura, sei da responsabilidade."

O desfile deste ano marca o retorno de Gracyanne ao carnaval. Em 2017, a modelo ficou afastada da folia após trocar o período por trabalhos em Dubai: "Depois de muito tempo, foi a minha primeira vez longe do carnaval. Senti uma tristeza grande, mesmo acompanhando tudo pela internet. Mas foi importante para o meu crescimento profissional no exterior", relativiza.

A Unidos da Ilha do Governador levou para a avenida o enredo "Brasil bom de boca" e vai contar a história da gastronomia brasileira.

Ver comentários