Notícia

Com integração do Transcol, usuários poderão usar bilhete único

A integração está prevista para acontecer em 90 dias

Ônibus da Viação Sanremo que opera em Vila Velha
Ônibus da Viação Sanremo que opera em Vila Velha
Foto: Reprodução/NA

A Prefeitura de Vila Velha está decidida a rescindir o contrato com a viação Sanremo para que a integração do sistema Transcol seja realizada no município. Com a medida, os usuários de transporte coletivo vão poder usar bilhete único e pagar uma só passagem para circular dos bairros da cidade até os terminais e de lá para outros pontos da Grande Vitória. A integração está prevista para acontecer em 90 dias.

O caminho para a rescisão se dará por meio de processo administrativo pelo fato da empresa ter descumprido uma série de exigências do contrato e desrespeitado notificações feitas pela prefeitura, segundo afirma o coronel Oberacy Emmerich, secretário municipal de Prevenção, Combate à Violência e Trânsito. 

Leia também

Um dos problemas na relação com a Sanremo é o não atendimento a determinadas regiões de Vila Velha, como o Córrego Sete (próximo ao limite do município com Guarapari). "É uma comunidade com cerca de 2 mil pessoas, tem escola, creche e os ônibus não passam por lá. Os moradores já fizeram até protesto na Rodovia do Sol, nós notificamos a empresa diversas vezes e ela não nos atende", destaca o coronel Emmerich.

O secretário reconhece que uma medida mais severa já poderia ter sido adotada em relação à Sanremo, mas a preocupação da prefeitura, segundo ele, era não gerar prejuízo a outras comunidades. Agora, com a perspectiva da integração ao sistema Transcol, uma das contrapartidas esperadas é que esses bairros mais distantes também passem a ser contemplados pelo itinerário dos ônibus. "A gente quer garantir que nenhum cidadão de Vila Velha tenha prejuízo com relação às linhas." 

O coronel Emmerich ressalta, ainda, que outra preocupação é não haver desemprego. Por isso, uma das propostas da prefeitura é para que as empresas que vão passar a operar em Vila Velha absorvam a mão de obra, já que vão ser criadas novas linhas e mais ônibus vão circular no município.

LICITAÇÃO

A integração da Sanremo ao Transcol não é possível porque não faz parte do grupo de empresas que participou da licitação, em 2014, e venceu a disputa para operar o sistema.  O secretário de Trânsito afirma que houve tentativas para mantê-la, mas não foi possível.

"O Estado fez todas as gestões, técnicas e jurídicas, para absorver o transporte público de Vila Velha, mas não encontrou uma forma de colocar a Sanremo no processo. O município tem total interesse em fazer a integração porque a prioridade é o cidadão, é a melhoria do serviço", pontua o coronel Emmerich.

Procurada pela reportagem, a assessora jurídica da Sanremo, Bianca Lorenzutti, preferiu não comentar as declarações do secretário, acrescentando que a empresa não foi notificada de qualquer procedimento administrativo. 

Ver comentários