Notícia

WhatsApp da discórdia: brigas no aplicativo vão parar na Justiça

Maioria das ações de crimes contra honra refere-se a situações nas redes

Esse conteúdo é exclusivo para assinante.

Assine o Gazeta Online e acesse.

Ainda não é cadastrado?

Cadastre-se grátis

Ver comentários