Notícia

Maternidade de Carapina é fechada por causa de superlotação

Um aviso no portão da maternidade fala que a unidade está "temporariamente impossibilitada de receber novos pacientes"

Aviso colocado na portão da maternidade fala sobre a superlotação na unidade
Aviso colocado na portão da maternidade fala sobre a superlotação na unidade
Foto: TV Gazeta

A maternidade de Carapina, na Serra, amanheceu fechada nesta quinta-feira (19). O motivo é a superlotação da unidade, que possui 24 leitos, mas conta atualmente com mais de 30 mulheres internadas.

Um aviso no portão da maternidade fala que a unidade está "temporariamente impossibilitada de receber novos pacientes devido à superlotação". Ainda de acordo com o cartaz, o local só vai reabir assim que altas forem concedidas e leitos forem liberados.

Procurada pela TV Gazeta, a assessoria da Prefeitura da Serra informou que a subsecretária de Saúde estava indo para a maternidade para explicar a causa da superlotação. As grávidas que chegam na unidade na manhã desta quinta são orientadas a procurar outras unidades na Grande Vitória.

Ver comentários