Notícia

Previsão é de chuva em todo ES pelas próximas 36 horas

Só nesta quarta-feira (9), o acumulado de água em Alfredo Chaves, no Sul do Estado, somou 85 milímetros

Muitas ruas das Grande Vitória amanheceram alagadas e os municípios do Sul do ES foram os mais prejudicados
Muitas ruas das Grande Vitória amanheceram alagadas e os municípios do Sul do ES foram os mais prejudicados
Foto: Bernardo Coutinho

A chuva deve prevalecer no Estado pelas próximas 36 horas, de acordo com a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Muitas ruas das Grande Vitória amanheceram alagadas e os municípios do Sul do ES foram os mais prejudicados.

Ainda segundo o Inmet, em Alfredo Chaves, um dos municípios mais afetados pela chuva, foram registrados 85 milímetros de chuva só nesta quarta-feira (9). Presidente Kennedy teve 45 milímetros, Vila Velha 56 e Vitória 39 milímetros.

COMO ENTENDER A MEDIDA DE MILÍMETROS DE CHUVA

A meteorologista Marlene Leal, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), explicou para o Gazeta Online como funciona a medida de milímetros de chuva.

A medida, usada para medir o volume da chuva, é em milímetros por metro quadrado. É só imaginar um quadrado de um metro por um metro com um litro de água dentro. O líquido vai subir até a marca de 1mm. Claramente falando, um milímetro de chuva equivale a um litro de água por metro quadrado. Por exemplo: se choveu 50mm, seriam 50 litros de água em cada metro quadrado.

A unidade de medida utilizada para verificar os acumulados de chuva é o milímetro

O período da chuva também é importante. Chover 50 litros de água durante um dia inteiro pode ter um impacto menor do que chover a mesma quantidade de uma vez só, somente em uma hora. E como podemos medir a chuva em uma cidade grande?

Equipamentos chamados de pluviômetros, que estão espalhados por vários pontos da cidade, vão indicar o quanto choveu - e, só então, esses dados vão permitir as comparações das quantidades de chuva por dia, mês e ano.

VEJA COMO FUNCIONA A MEDIÇÃO

Ver comentários