Notícia

É verdade que policial militar tentou se jogar da Terceira Ponte?

A foto do soldado Wallace Pereira está circulando nas redes sociais acompanhada de uma mensagem dizendo que ele teria causado o congestionamento que travou a Grande Vitória nesta terça-feira (12), quando uma pessoa tentou se jogar da ponte

O policial militar Wallace Ferreira esclareceu nas redes sociais que não está em Vitória. Ele explicou que está trabalhando em Brasília
O policial militar Wallace Ferreira esclareceu nas redes sociais que não está em Vitória. Ele explicou que está trabalhando em Brasília
Foto: Reprodução/Facebook

Está circulando nas redes sociais uma mensagem dizendo que um policial militar, identificado como soldado Pereira, teria causado o nó no trânsito da Grande Vitória na tarde desta terça-feira (12), pois seria a pessoa que tentou se jogar da Terceira Ponte. No entanto, o próprio PM compartilhou um vídeo no Facebook para dizer que a informação é falsa.

> Por que a ponte precisa ser fechada para evitar suicídio?

“Estou aqui para falar que eu estou bem, em Brasília, trabalhando desde 8h da manhã. Não estou em Vitória. Estão tentando me matar antes da hora, mas não vai ser assim não. Graças a Deus estou muito bem e feliz”, disse o soldado Wallace Pereira.

O vídeo do Wallace esclarecendo o boato foi compartilhado na noite desta terça-feira (12) e já tem mais de 1,2 mil visualizações.

VEJA O VÍDEO NA ÍNTEGRA

"UMA MENTIRA TOMA UMA PROPORÇÃO GIGANTE"

Na tarde desta quarta-feira (13), ele usou as redes sociais novamente para dizer que as mensagens compartilhadas de que ele tentou se jogar da ponte são falsas. “Como eu já tinha falado anteriormente, uma fake news aconteceu ontem. É um fato lastimável o que acontece. Uma mentira propagada toma uma proporção gigante. Mas graças a Deus eu tenho uma força e uma fé em Deus muito boa, e isso para mim é irrelevante”, desabafou.

> Terceira Ponte fica interditada por quase 5 horas

Wallace disse ainda que boatos como esse de que foi vítima podem acabar com a vida de uma pessoa. “Isso pode acontecer com qualquer um, e para algumas pessoas isso pode ser devastador. Eu peço que todo mundo, antes de sair compartilhando coisas na internet, procure saber a fonte, de onde veio isso, para depois sair propagando”, finalizou.

Ver comentários