Notícia

Motorista bêbada trafega em ciclovia e atropela duas pessoas no ES

Condutora trafegava por uma ciclovia na Avenida Governador Eurico Vieira de Resende quando acertou as bicicletas de um homem e de uma mulher, ainda bateu em um poste e tentou fugir, mas foi impedida por populares

Uma mulher embriagada atropelou dois ciclistas ao trafegar pela ciclovia de uma avenida na noite deste domingo (3), em Guriri, São Mateus, no Norte do Espírito Santo. Os atropelamentos aconteceram na Avenida Governador Eurico Vieira de Resende e a condutora do veículo, um Vectra Sedan, ainda tentou fugir do local, mas foi impedida por populares.

De acordo com o boletim de ocorrência, o Corpo de Bombeiros foi chamado para socorrer as vítimas, um homem e uma mulher. Cada um passava pela ciclovia de bicicleta quando foram atingidos pelo carro. Eles foram socorridos e levados ao Hospital Roberto Silvares. Os nomes das vítimas e da acusada não foram informados.

Leia também

Policiais militares que atenderam o chamado informaram no boletim que a condutora demonstrava bastante irritação, não conseguia se equilibrar, estava com a voz arrastada e não falava coisas coesas. Além disso, apresentava forte odor de bebida alcoólica e repetia nomes de policiais que ela dizia conhecer e que poderiam dar referências sobre ela. A mulher ainda admitiu que teria bebido quatro ou cinco cervejas durante a tarde, mas negava os atropelamentos.

Depois do atropelamento dos ciclistas, o automóvel desgovernado também atingiu um poste, que ficou danificado e com risco de queda. A rede elétrica foi afetada e causou faíscas em diversos pontos ao longo da avenida. Após acionada, uma equipe técnica da concessionária de abastecimento elétrico foi ao local para conter o poste danificado.

Segundo testemunhas, a mulher seguia de carro em alta velocidade pela ciclovia na lateral da via, com os faróis apagados e passando por cima dos sinalizadores refletivos, conhecidos como olhos de gato. O automóvel teria acertado primeiro a traseira da bicicleta de uma mulher e arremessou a vítima para o alto. Depois, atingiu uma bicicleta conduzida por um homem. Em seguida, a condutora teria perdido o controle do automóvel, que rodou e colidiu de lado contra o poste.

A mulher teria tentado arrancar com o carro para fugir, mas outros motoristas e populares travaram o veículo, retiraram a chave e fizeram a detenção da acusada até a chegada da Polícia Militar. Pelos indícios de dirigir sob a influência de bebida alcoólica e ter provocado um acidente com vítimas, os policiais deram voz de prisão em flagrante à mulher. Ela foi colocada no banco de trás da viatura, mas ficou bastante agressiva e tentava sair do veículo policial, além de socar o vidro diversas vezes.

A condutora do Vectra disse aos militares que aceitava fazer o teste do bafômetro. Mas, ao chegar no batalhão da PM para realizar o teste, ela se recusou. Foi realizado então um exame de alcoolemia. Depois, a acusada foi apresentada na 18ª Delegacia Regional de São Mateus. Procurada, a Polícia Civil ainda não respondeu se a suspeita foi liberada ou encaminhada ao presídio.

Ver comentários