Notícia

Transporte público: R$ 7 milhões para reformar 10 terminais no ES

Blitze do Gazeta Online mostrou a situação precária de diversos terminais do Transcol na Grande Vitória

O diretor-presidente da Companhia Estadual de Transportes de Passageiros do Espírito Santo (Ceturb), Alex Mariano, anunciou que os dez terminais da Grande Vitória passarão por reformas. A intenção é lançar o decreto no Diário Oficial até segunda-feira (30) para liberação de R$ 7,127 milhões. O recurso será do Governo do Estado.

> Blitze do Gazeta Online mostram situação precária de terminais

Nessas reformas anunciadas há previsão de pinturas, melhorias nas pistas de rolamento, vias de acesso e sanitários; troca de telhados e instalação de gradil e plantio de gramas próximo a valões, além de novas redes de água.

O diretor-presidente informou que os terminais funcionarão normalmente durante as obras. O edital deve ser publicado até agosto. 

“Pelo nosso levantamento o valor será suficiente para fazer as ações necessárias. Provavelmente, a ordem de serviço será dada em setembro. Se tudo ocorrer como planejado, em dezembro entregaremos os terminais reformados", disse. 

O anúncio foi feito em coletiva de imprensa, na tarde desta sexta-feira (27), após a reportagem do Gazeta Online mostrar a situação dos terminais da Grande Vitória. Em todos eles há problemas em comum e outros pontos específicos que tiram o conforto e a segurança dos passageiros que pagam R$ 3,40 pela passagem.

Eles acumulam problemas nos sanitários. Em um deles não há portas em nenhum dos banheiros, tirando a privacidade dos usuários. Há também muitas grades enferrujadas e sujeira nos tetos, por exemplo. No terminal de São Torquato,  em Vila Velha, é só olhar para o chão e perceber que as pistas por onde passam os ônibus estão afundando.

VÍDEO MOSTRA SITUAÇÃO PRECÁRIA DE TERMINAIS

* Por Kaique Dias

 

TERMINAL DE ITACIBÁ

A mesma situação ocorre no Terminal de Itacibá, em Cariacica. No local, a nova plataforma ampliada foi entregue há cerca de um ano. A promessa de seis anos atrás, no entanto, foi de reforma e modernização total do local.

A licitação em Itacibá foi lançada em 2012 e a obra de serviço dada em 2013. A previsão era que toda a modernização ficasse pronta em dois anos, ou seja, em 2015. Mas a parte velha ainda continua lá, da mesma forma, inclusive com várias plataformas antigas improvisadas e muita poeira.

Alex disse que a empresa vencedora para realizar a ampliação e reforma abriu mão da última parte. No entanto, ele não deu detalhes sobre o caso e disse que está sob cuidados do Instituto de Obras Públicas do Espírito Santo (Iopes).

Ele ressaltou que são gastos R$ 13,5 milhões em serviços e manutenção anualmente nos terminais. E nos últimos três anos foram gastos R$ 3,5 milhões com reforma, como troca de telhados. Durante esse período foram trocadas 120 portas, 183 fechaduras e 173 torneiras devido a desgastes e vandalismo.

 

 

Ver comentários