Notícia

Viu um crime? Saiba como fazer uma denúncia policial pela internet

Crimes como tráfico de drogas, homicídio, violência contra criança, mulher ou idoso, roubo e furto e outros crimes poderão ser relatados por esse sistema

O novo sistema possibilita o envio de fotos e vídeos para possível identificação de suspeitos
O novo sistema possibilita o envio de fotos e vídeos para possível identificação de suspeitos
Foto: Reprodução

Denúncias que eram feitas a partir do telefone 181 agora também poderão ser feitas por meio da internet. O site do Disque Denúncia foi inaugurado na manhã desta quinta-feira (5). Crimes como tráfico de drogas, homicídio, violência contra criança, mulher ou idoso, roubo e furto e outros crimes poderão ser relatados por esse sistema.

De acordo com o secretário Estadual de Segurança Pública, coronel Nylton Rodrigues, o site é totalmente seguro e criptografado e foi desenvolvido em parceira com o Instituto da Tecnologia da Informação e Comunicação do Espírito Santo (Prodest).

Leia também

“É tudo criptografado, justamente para se garantir o sigilo e o anonimato absolutos. A população pode ficar despreocupada porque ninguém vai verificar IP. Nem a polícia consegue identificar. Nós garantimos o anonimato. As mesmas providências de segurança dos bancos nós temos em nossos sites. As polícias trabalham com informação e a população fazem a função dos olhos”, declarou.

O novo sistema possibilita o envio de fotos e vídeos para possível identificação de suspeitos, algo que não era possível ser feito antes. “Se vier anexado áudio ou imagem facilita o trabalho da investigação e chegamos mais rápido à autoria de crimes”, explicou.

O site pede ao denunciante cinco informações no momento da denúncia: informações sobre o crime, autoria, vítima, complemento e anexo de algum documento, vídeo ou foto. Apenas o primeiro campo é obrigatório, com informações sobre onde o crime aconteceu.

“Quando nós recebemos denúncias pelo 181 precisamos saber onde aconteceu, para encaminhar para o batalhão ou para o delegado daquele local. São informações que precisamos ter para ir à frente”, disse. As imagens ou qualquer outro arquivo podem ser utilizados para produzir provas posteriormente.

De acordo com o gerente do Disque Denúncia, Paulo Expedicto Amaral, as perguntas são importantes para que a polícia tenha mais informações sobre o delito.

“São cinco perguntas que foram concebidas e foram estudadas com quem atua na repressão e apuração desses crimes. Os scripts e roteiros foram criados para validar uma denúncia e para que tenha um resultado prático”, argumentou.

Segundo o governo, não há previsão da criação de um aplicativo, por não ser tão seguro quanto o site. “Optamos pelo site por ser mais seguro”, reforçou Nylton.

Mesmo sem a divulgação do site, que está no ar desde a tarde desta quarta-feira, 30 denúncias foram feitas por meio do sistema. Segundo o gerente do Disque Denúncia, o Estado é pioneiro em oferecer o anonimato pela internet.

“Diferente de outros Estados, em que os serviços garantem o sigilo da fonte, o Estado não se contenta com isso. Através de criptografia garantimos além da garantia do sigilo da fonte, o anonimato. Nem a polícia sabe quem mandou”, explicou Paulo Expedicto Amaral.

REDUÇÕES DE FURTOS E ROUBOS

A Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) também anunciou a redução de roubos e furtos no Espírito Santo no primeiro semestre deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. Foram 28% menos delitos contra taxistas, 35% menos roubos e furtos a transporte público, 47% menos roubos e furtos a estabelecimentos comerciais, 34% menos roubos de veículos e 25% de redução em residências.

Nylton Rodrigues ponderou que mesmo com a paralisação da Polícia Militar, em fevereiro do ano passado, a redução foi significativa na comparação com outros meses e com o ano de 2016 e que apenas furtos e roubos de veículos foram registrados corretamente.

“Em fevereiro nós tivemos alguns crimes que não foram nem registrados devido a greve, já que a polícia não funcionou plenamente”, ponderou.

SERVIÇO

Site do Disque Denúncia - https://disquedenuncia181.es.gov.br/

Ver comentários