Notícia

Alunos que fizeram vaquinha para Tailândia conquistam quatro medalhas

Estudantes do Ifes de Cariacica pediram dinheiro no sinal e fizeram vaquinha online para pagar ida à Tailândia para disputar a Olimpíada de Matemática

Alunos do Ifes Cariacica que representaram o Espírito Santo na Olimpíada de Matemática na Tailândia
Alunos do Ifes Cariacica que representaram o Espírito Santo na Olimpíada de Matemática na Tailândia
Foto: Reprodução Facebook

Lembra deles? Os estudantes do Instituto Federal do Espírito Santo de Cariacica (Ifes) que pediram dinheiro no sinal e fizeram vaquinha na internet para custear a viagem para Tailândia, onde aconteceu entre 3 e 7 de agosto a Olimpíada de Matemática, fizeram jus à toda mobilização que causaram e conquistaram quatro medalhas de bronze na competição. 

Eles são alunos do segundo ano do ensino médio do curso Técnico de Portos Integrado ao Ensino Médio do Ifes – Campus Cariacica e participaram, no início do ano, de duas provas de seleção, uma estadual e outra nacional. Guilherme Gardi, Guilherme Heleodoro, Eduarda Stein e Eduardo Guedes ficaram em terceiro lugar na competição e estão trazendo na bagagem quatro medalhas.

Além deles, Matheus Perini, Guilherme Scopel e Marcelo Marchesi também disputaram a competição. Eles receberam medalhas de honra. Os sete estudantes devem chegar ao Brasil nesta quarta-feira, às 23h.

Alunos do Ifes de Cariacica arrecadam dinheiro para participarem de Olimpíada de Matemática na Tailândia, em agosto
Alunos do Ifes de Cariacica arrecadam dinheiro para participarem de Olimpíada de Matemática na Tailândia, em agosto
Foto: Matheus Perini Costa

RELEMBRE A SAGA DOS ESTUDANTES

Os sete jovens, seis meninos e uma menina, de 16 e 17 anos, são do segundo ano do ensino médio do Ifes de Cariacica e participaram, no início do ano, de duas provas de seleção, uma estadual e outra nacional. Ao serem classificados nas duas, foram convidados para fazer parte da Delegação Brasileira na terceira parte da disputa, que acontece entre os dias 3 e 7 de agosto na Tailândia. Mas, apesar da grande expectativa, a falta de verba do Ifes e os 'nãos' recebidos pelos alunos por autoridades do Estado fizeram com que o custo da viagem tivesse que sair do próprio bolso.

A mãe de um dos participantes, Gissely Scotel Lemos, conta a trajetória dos estudantes. "Essa prova não faz parte das olimpíadas que o Ifes participa, mas os alunos ficaram interessados e levaram a proposta para um professor, que aceitou ajudar. Eles passaram na estadual e também na nacional e, pela boa colocação do grupo, foram convidados pela Delegação Brasileira para concorrer a prova na Tailândia", afirma Gissely.

O Ifes, como afirma a mãe, não possui verba o suficiente para arcar com as despesas da viagem, que fica em, aproximadamente, R$ 10 mil por aluno, mais a inscrição da prova, que custa R$ 3,4 mil, também por aluno. "Os pais que toparam arcar com as despesas fizeram empréstimos e os meninos estão tentando, até semana que vem, juntar mais dinheiro. Buscaram outros recursos, mas nenhuma autoridade se propôs a ajudar", desabafa Gissely. O representante de turma, Matheus Perini Costa, de 17 anos, conta que eles tem uma vaquinha online para quem quiser ajudar com qualquer valor. "A gente se preparou para a Olimpíada, fizemos a primeira parte e, para podermos ir, estamos fazendo a vaquinha e começamos hoje a pedir dinheiro no sinal. Somos sete alunos e mais três representantes", relata o estudante.

Ver comentários