Notícia

Buscas por desaparecidos no Rio Doce serão retomadas nesta terça

Rafael de Souza Machado, de 22 anos, Luiz Davi Andrade Silva, de 18 anos e Alexandre Ferreira Moreira, de 18 anos, estão desaparecidos desde a tarde deste domingo (12)

Os jovens desapareceram após entrarem no Rio Doce neste domingo (12)
Os jovens desapareceram após entrarem no Rio Doce neste domingo (12)
Foto: Divulgação | Janinho - Polícia Civil de Resplendor

O Corpo de Bombeiros de Aimorés, em Minas Gerais, encerrou o primeiro dia de buscas pelos jovens que desapareceram no final da tarde deste domingo (12) depois de serem arrastados pela correnteza no Rio Doce, a sete quilômetros de Baixo Guandu, região Noroeste do Espírito Santo.

Até o momento, nenhum dos rapazes foi encontrado. O helicóptero da Polícia Militar de Minas Gerais saiu de Governador Valadares para Aimorés e realizou buscas aéreas em toda a região.

Leia também

O Sargento Célio, do Corpo de Bombeiros, informou que a procura pelos jovens continua na terça (14) e que, nesta segunda (13), foram implementadas buscas com uso de helicópteros da Polícia Militar de Minas Gerais, drones da Polícia Civil e barcos do Corpo de Bombeiros. "As fortes correntezas no local não tornam viáveis a prática do mergulho e, por isso, as buscas superficiais foram a tática definida para esta operação", explicou.

Rafael de Souza Machado, de 22 anos, Luiz Davi Andrade Silva, de 18 anos e Alexandre Ferreira Moreira, de 18 anos, estão desaparecidos desde a tarde deste domingo (12).

Na manhã desta segunda-feira (13), a PM de Aimorés havia informado que Alexandre conseguiu ligar através do celular para um amigo e contou que estava preso em uma ilha do Rio Doce. Posteriormente foi informado que, na verdade, não foi uma ligação, e sim um áudio que teria sido enviado pelo rapaz antes do desaparecimento e que, por falta de internet, só chegou horas depois.

VEJA FOTOS

Ver comentários