Notícia

Mães denunciam casos de abuso sexual em escola de Vitória

De acordo com uma das mães, que pediu à reportagem para não ser identificada por medo de represálias, sua filha, de 10 anos, teria chegado em casa chorando

Foto: Pixabay

Algumas mães de alunas que estudam em uma escola municipal no bairro Jardim da Penha, em Vitória, denunciam que um estudante de 12 anos teria abusado sexualmente de pelo menos duas meninas dentro de um dos banheiros da instituição de ensino no último mês. De acordo com uma das mães, que pediu à reportagem para não ser identificada por medo de represálias, sua filha, de 10 anos, teria chegado em casa chorando. Após uma conversa, a mãe conseguiu convencê-la a contar o que teria ocorrido.

"Ela, antes de falar o que tinha acontecido, apenas chorava. Eu, mesmo assustada, tentei ficar calma porque vi que era algo grave. Nunca tinha visto minha filha daquele jeito. Foi quando fui passando confiança e ela falou que um menino havia tocado a parte íntima dela. Na hora eu me tremi por dentro", conta a mãe, que diz ter denunciado a situação.

Leia também

"As pessoas que trabalham na escola tentaram abafar o ocorrido para que isso não se tornasse público. Mas, conversando com outras mães, já que temos um grupo em um aplicativo de mensagem, estamos descobrindo novos casos", relata a mãe, que afirma ter registrado um boletim de ocorrência na polícia.

Uma segunda mãe, que tem dois filhos que estudam na mesma escola, conta que o menino segurava as meninas pelo braço e as obrigava a entrar no banheiro com ele. No local, ele tentava retirar peças íntima das vítimas.

"Tenho dois filhos, um menino e uma menina, que estudam na escola. Imagina como me sinto ao saber que minha filha poderia ter sido uma das vítimas. Nós pais não fomos avisados de nada. Abafaram o problema", reclama a mãe, que diz ter o apoio de professores da escola.

OUTRO LADO

Procurada pela reportagem, a Secretaria Municipal de Educação de Vitória informou que a direção da escola vem tomando todas as medidas cabíveis, acionando as famílias, autoridades policiais e buscando apoio junto ao Conselho Tutelar. Veja nota na íntegra: 

A Secretaria Municipal de Educação informa que tomou conhecimento do fato envolvendo estudantes do ensino fundamental e que a direção da escola vem tomando todas as medidas cabíveis ao caso, acionando as famílias, autoridades policiais e buscando apoio junto ao Conselho Tutelar. Familiares e estudantes estão recebendo todas as orientações e apoio necessários, tanto por parte da Secretaria de Educação quanto por parte da escola e demais órgãos responsáveis. Não houve até o momento a comprovação de nenhum tipo de violação de direitos, mas o caso está sendo acompanhado de perto pelo Conselho de Escola e Conselho Tutelar, que inclusive orienta o não afastamento dos estudantes da escola".

Ver comentários