Notícia

Mente ativa ajuda a manter a memória

Palestra na Rede Gazeta vai dar dicas de como evitar os "brancos" no dia a dia

Roberta Vallory: desafiar o cérebro a exercitar a criatividade ajuda a memória
Roberta Vallory: desafiar o cérebro a exercitar a criatividade ajuda a memória
Foto: Arquivo pessoal

Para manter a mente ativa, a dona de casa Maria Aguiar gosta de fazer a leitura diária da Bíblia. Há 10 anos, ela também pratica palavras-cruzadas, pelo menos uma vez ao dia. “Isso evita que a mente fique acomodada e esqueça as atividades do dia a dia. Até mesmo as mais simples”, diz.

Quem faz a mesma coisa é a empresária Maria Elzira de Souza Santos. Diante da rotina corrida de trabalho, ela gosta de ler livros, jornais e praticar sudoku. “A mente não pode ficar parada e precisa de exercícios. A leitura ajuda bastante e o jogo também. Além disso, é uma forma de distração.”

Leia também

As duas estão mais que certas: a mente é “bombardeada” diariamente com diversas informações, vindas da televisão, das redes sociais e dos relacionamentos, trabalho e amigos. E, por isso, ela necessita de exercícios para manter o seu funcionamento de forma eficaz.

Para saber mais sobre o assunto, a empresária já confirmou presença na palestra “Como manter uma mente eficaz? Caminhos para a conquista de uma memória saudável”, com a médica Tânia Guerreiro, na próxima edição do Encontros do Saber, na terça-feira.

O evento será realizado, a partir das 8h30, no auditório da Rede Gazeta. As vagas são limitadas.

APAGÃO

Segundo o psicólogo Felipe Goggi, quando a mente não organiza as prioridades dessas informações do indivíduo, pode até acontecer o famoso “apagão”. “Chega uma hora que a pessoa não consegue selecionar todo o conteúdo, causando o esquecimento, como se fosse uma sobrecarga”, afirma.

Ele ressalta que a mente precisa ser exercitada através de estímulos, ou seja, pode ser condicionada. Para isso, é essencial treinar as habilidades, como fala, escrita e escuta. “Isso é possível através de palavras-cruzadas e diversos jogos, como xadrez, dominó e games, que promovem a criação de estratégias, concentração e autocontrole”.

Organização também ajuda: “Manter o seu espaço de rotina organizado auxilia a mente a organizar melhor as informações do local. Pode ser um guarda-roupa, mesa do trabalho e até uma caixa de ferramentas”, diz.

De acordo com a psicóloga Roberta Vallory a música e o artesanato também ajudam a manter a mente ativa. “São atividades que exercitam o cérebro a buscar um desafio novo, como criatividade e imaginação. Isso influencia positivamente, ajudando a manter uma memória eficaz”, explica.

Ver comentários