Notícia

Policial militar morre afogado na Praia de Setiba em Guarapari

Segundo um dos salva-vidas que atuou no resgate a praia é calma e estava sem correnteza

Policial Militar morreu após entrar no mar, em Setiba
Policial Militar morreu após entrar no mar, em Setiba
Foto: Kaique Dias

Um policial militar morreu afogado na Praia de Setiba, em Guarapari, na tarde deste domingo (26). Segundo a equipe de salva-vidas, o soldado Cristiano Silva de Paula foi retirado da água mas não reagiu aos procedimentos de ressuscitação cardiopulmonar. A idade dele não foi informada pela Polícia Militar. 

O salva-vidas Oswaldo Estevam Filho, de 57 anos, tentou socorrer o policial. Ele acredita que a vítima teve um mal súbito enquanto estava na água. “O afogamento dele foi muito rápido e ele era um bom nadador, pelo o que as pessoas falaram. Os populares gritaram, chegamos na hora, tiramos ele da água, levamos ele para a areia, mas o estado já era crítico. Foi um apagão mesmo. Ele não reagiu aos procedimentos de ressuscitação cardiopulmonar. Apesar de eu não ser perito, acho que ele provavelmente teve um mal súbito”, declarou o guarda-vidas. 

Oswaldo Estevam Filho, de 57 anos
Oswaldo Estevam Filho, de 57 anos
Foto: Kaique Dias

Oswaldo explicou que o mar da Praia de Setiba é calmo e são raros os casos de afogamento na região. “Aqui é muito tranquilo e o risco de afogamento é praticamente zero. O último afogamento com morte foi há uns cinco anos, mas o rapaz tinha problema com asma", detalhou. 

Cristiano morreu próximo a uma pedra onde as pessoas costumam saltar na água. De acordo com Oswaldo, quando a maré está baixa é possível ir andando até na pedra. Já na maré cheia, a profundidade da água é aproximadamente de três metros.

“Eu costumo nadar para avaliar a correnteza e hoje a água estava bem tranquila. Acredito que foi um mal súbito porque não tem outra explicação lógica”, finalizou. O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) esteve no local, mas não houve tempo de salvar o militar.

Cristiano chegou a ser levado para o Pronto-Atendimento de Guarapari. O corpo foi encaminhado para o Departamento Médico Legal (DML), que deve constatar a causa da morte. 

Segundo a Polícia Militar, Cristiano era lotado na 5ª Companhia do 4° Batalhão, em Vila Velha. A corporação lamentou a morte do soldado. "A PMES se sente consternada com a grande perda e se compadece junto aos familiares do soldado nesse momento de tamanha dor, rogando a Deus que conforte os corações em luto", afirmou a corporação por meio de nota.

RECLAMAÇÃO

Frequentador da Praia de Setiba há 30 anos, um morador, que preferiu não se identificar, reclamou da falta de infraestrutura na Praia de Setiba para os salva-vidas. Segundo ele, os profissionais não tem lugar para guardar equipamentos e muitas vezes acabam deixando em bancos ou mesas dos quiosques, de forma improvisada. 

“Os salva-vidas também não tem os equipamentos que precisam. Essa praia é uma piscina porque não tem onda. As pessoas podem vir que não vão ter problema, mas aconteceu esse fato com o policial. O salva-vidas fez os primeiros socorros, mas estava sem equipamento. Ele fez a parte dele. Mas os salva-vidas precisam de uma base descente e equipamentos", declarou o morador. 

O QUE DIZ A PREFEITURA

Em nota, a prefeitura de Guarapari informou que no local haviam dois guada-vidas que atenderam a ocorrência. Ainda segundo a prefeitura, se acordo com informações dos amigos, o policial sabia nadar e estava num trecho raso da praia. Ele foi resgatado e foram feitos os procedimentos necessários, porém, o policial já estava em parada cardio respiratória.

A nota da prefeitura destaca que, segundo familiares, o PM havia comido muito e foi para água. Ele chegou a fazer vômito no local do incidente. Baseado na ocorrência e informações apuradas no local, a suspeita, por parte dos socorristas, é de que ele tenha sofrido um mal súbito ou congestão.

O corpo foi encaminhado pelo Samu para a UPA de Guarapari, porém, a causa oficial da morte só será conhecida após avaliação do Serviço de Verificação de Óbitos (SVO).

(Com informações de Kaique Dias)

Ver comentários