Notícia

Surto de malária no ES: já são 112 casos confirmados

Surto atinge as cidade de Vila Pavão e Barra de São Francisco, localizadas na região Noroeste do Espírito Santo

O Anopheles é o transmissor da malária, que tem cura, se for tratada logo e de forma adequada
O Anopheles é o transmissor da malária, que tem cura, se for tratada logo e de forma adequada
Foto: Portal Biologia | Divulgação

O número de casos confirmados de malária no Espírito Santo subiu para 112. A informação é da Prefeitura de Vila Pavão, cidade localizada na região Noroeste do Estado, que somente da noite desta quarta-feira (8) até a tarde desta quinta (9) teve mais seis casos registrados. Outro município afetado é Barra de São Francisco, com 20 pessoas infectadas. Desde o último mês um surto da doença atinge as duas cidades. Uma pessoa morreu após complicações causadas pela doença.

> SURTO DE MALÁRIA | A cobertura completa

Leia também

O número de casos de malária registrados no Estado em 2018 já é superior ao dobro das notificações durante todo o ano passado. Segundo o Ministério da Saúde, em 2017 foram registrados 49 casos.

O surto de malária atual é causado por um protozoário do tipo falciparum, de origem amazônica e mais agressivo que o tipo vivax, encontrado normalmente na região Serrana do Estado, principalmente em Domingos Martins e Santa Teresa. Os casos de infecção por falciparum só eram encontrados no Estado em pessoas que viajaram para áreas onde ele é mais comum.

 

Ver comentários