Notícia

Vila Velha investiga caso de criança com suspeita de malária

A menina, que é de Vila Pavão, veio para Vila Velha com a família para passear

Em oito dias, mais de 100 casos de malária foram confirmados no ES
Em oito dias, mais de 100 casos de malária foram confirmados no ES
Foto: Reprodução | Rede Amazônica

Uma criança está sendo monitorada pela Prefeitura de Vila Velha com suspeita de malária. A menina, que é de Vila Pavão, na região Noroeste do Espírito Santo — onde há o surto da doença — chegou ao município canela-verde há cerca de quatro dias com a família para passear. Segundo a Vigilância Epidemiológica da cidade, ela esteve em um posto de saúde com febre e, por isso, foi considerada a possibilidade de malária.

Leia também

Ainda de acordo com a prefeitura, um primeiro teste foi feito na menina, que deu negativo. Um segundo exame será realizado nesta quarta-feira (9). Se der negativo novamente, a suspeita será descartada. 

A criança não está hospitalizada. Ela é cuidada por parentes no bairro Ulisses Guimarães. Segundo a Vigilância, a criança não tem ligação com a idosa de 82 anos que teve o diagnóstico de malária confirmado na última semana.

A idosa, que também é de Vila Pavão, viajou para o bairro Riviera da Barra, em Vila Velha, para visitar a filha. Ela já apresentava sintomas quando chegou e foi diagnosticada e medicada. Segundo a prefeitura, os últimos dois testes feitos na mulher mostram que ela não tem mais a doença. Mesmo assim, ela será acompanhada durante 40 dias, para garantir que não haja recaídas.

Ver comentários