Notícia

Apoiadores de Bolsonaro saem em carreata em Vila Velha

Manifestantes saíram de Vila Velha e chegaram na Praça do Papa, em Vitória

Terminou por volta de 17 horas o ato de apoiadores do candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, realizada na Praça do Papa, em Vitória, neste domingo (30). Os manifestantes saíram de Vila Velha às  14h, atravessaram a Terceira Ponte e se reuniram na Praça do Papa. Com apoio de trios elétricos, eles entoaram palavras e músicas de apoio a Bolsonaro, cantaram o hino nacional e fizeram ainda fizeram uma oração no final. 

Segundo informações da polícia militar, cerca de oito mil pessoas saíram da cidade canela-verde. Na Praça do Papa, a PM contabilizou cerca de 500 manifestantes que esperavam a chegada da passeata, o que totaliza 8.500 participantes no ato a favor do presidenciável. 

Leia também

A Polícia Militar acompanhou desde o início o ato e não impediu que os manifestantes subissem a ponte. Antes disso, houve uma carreata e caminhada junto a um trio elétrico na Praia da Costa, Vila Velha. 

Por volta de 16h30, alguns manifestantes começaram a retornar para Vila Velha pela Terceira Ponte, interditando parcialmente as pistas, de acordo com a Rodosol, concessionária que administra a ponte. As pistas só foram liberadas totalmente pouco depois das 18 horas.

Os organizadores da manifestação estimaram, inicialmente, que havia 8,5 pessoas presentes. Eles falam esse número baseado no número de pessoas confirmadas em um evento no Facebook. Mais tarde, no entanto, os organizadores falaram em 20 mil pessoas. 

MULHERES A FAVOR DE BOLSONARO

A estudante Michele Oliveira, de 28 anos, é uma das organizadoras do evento. Ela afirmou que a manifestação é uma resposta ao evento que aconteceu ontem em todo o país #elenão, o qual se posicionou contrariamente à candidatura de Jair Bolsonaro, do PSL. "Somos do movimento mulheres com Bolsonaro. Sairemos de Vila Velha para a Praça do Papa. É uma resposta ao evento de ontem e também para mostrar que aqui no Espírito Santo nós mulheres apoiamos o Bolsonaro. Vamos encontrar com outro grupo de mulheres na Praça do Papa", contou. 

A empresária Arukya Macedo disse que sua participação na manifestação é inteiramente a favor do candidato do PSL, sem vínculos com outros candidatos do estado. "Eu estou totalmente com Bolsonaro. Estamos fazendo tudo com dinheiro nosso, sem dinheiro de arrecadação partidária. Nosso apoio é apenas ao Bolsonaro e a nenhum outro candidato. Nós fizemos um grupo no Facebook e chegamos a quase 10 mil pessoas que confirmaram presença. Foi um trabalho árduo de quase um mês".

Arukya Macedo, empresária e apoiadora do movimento a favor de Bolsonaro
Arukya Macedo, empresária e apoiadora do movimento a favor de Bolsonaro
Foto: Rafael Monteiro de Barros

Com a filha nos braços, a empresária Cristina Bosi revelou que sua participação no movimento tem como objetivo a busca por um país melhor.  "Eu participo dessa manifestação não só como uma resposta ao evento de ontem, mas também porque sou a favor de Bolsonaro, voto nele, concordo com o plano de governo dele. Sou contra essa vagabundagem, contra o governo esmagar os empresários, porque é muito difícil trabalhar com essa carga tributária, então eu voto nele, minha família também vota nele. Minha filha também está participando porque eu quero mudar o Brasil. Quero tirar o PT do poder e ver o Brasil gerar mais empregos."

Cristina Bosi, empresária que apoia o movimento a favor de Bolsonaro
Cristina Bosi, empresária que apoia o movimento a favor de Bolsonaro
Foto: Rafael Monteiro de Barros

 (Com informações de Rafael Monteiro de Barros, da CBN Vitória, e dos residentes Matheus Brasil e Nathalia Cerri)

Ver comentários