Notícia

Dnit desiste de interditar a BR 262 na véspera do feriado

A série de sete interdições previstas para setembro na BR-262 começam nesta terça-feira (04), entre os km 49 e km 56

Carretas trafegam na BR 262: com trânsito intenso, excesso de peso danifica via

Por conta do feriado de 7 de setembro, na próxima sexta-feira, a Superintendência Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes do Espírito Santo (DNIT/ES) desistiu de interditar a BR 262 na próxima quinta-feira (06).  As sete interdições previstas para setembro na BR-262, como informou o colunista Leonel Ximenes, começam nesta terça-feira (04). 

> Espírito Santo tem 23 pontos críticos nas estradas; veja mapa

Com exceção desta semana, quando haverá interdição apenas na terça (04), a BR 262 ficará fechada em todas as terças e quintas-feiras de setembro. A rodovia será totalmente interditada nos dias 4, 11, 13, 18, 20, 25 e 27 deste mês para a detonação de rochas.O trabalho acontece entre o Km 49 - próximo ao zoológico de Marechal Floriano - e o Km 56 – no trevo de Paraju -, e faz parte da primeira etapa de duplicação da rodovia. O período de detonação das rochas é sempre de de 11h às 14 horas, com a interdição da BR-262 programada para durar 40 minutos.

Duplicação só deve ser concluída em 2019

Antes prevista para ser entregue em novembro, a obra de duplicação de sete quilômetros da BR 262, entre Marechal Floriano e o trevo de Paraju, em Domingos Martins, só deve ser entregue em 2019. 

Em entrevista ao programa CBN Vitória em agosto, o supervisor da Unidade Local do DNIT em Santa Isabel, Fábio Silva, destacou que, apesar da obra acontecer, como demolição de rochas e supressão da vegetação, o trecho sofre interferências de situações como desapropriações e as condições meteorológicas.

> Caminhões com excesso de peso não ficam retidos nas BRs 259 e 262

> Carga em excesso nas BRs: procurador vai mediar acordo de fiscalização

"A chuva mais intensa nessa estação afeta o cronograma que já era muito arrojado. Um dia de chuva provoca três dias sem trabalhos. Até o final do ano podemos ter a liberação de 2,5 km, mas a conclusão está prevista pra maio de 2019", afirmou.

Ver comentários