Notícia

Homem mantinha mãe em cárcere privado em Guriri

Suspeito também é acusado de sacar o dinheiro da aposentadoria da vítima, impedir que ela volte para sua casa em Goiás e ainda deixar a mãe passando fome

Caso foi registrado na Delegacia de São Mateus
Caso foi registrado na Delegacia de São Mateus
Foto: Reprodução

Um homem de 45 anos acusado de manter em cárcere privado a própria mãe, uma idosa de 71 anos, em Guriri, São Mateus, foi encaminhado para a delegacia após a denúncia de um neto da vítima. O suspeito ainda impedia que a mãe voltasse para sua casa, em Goiás, e ficava com o cartão de banco dela para sacar o dinheiro da aposentadoria para ele. A vítima também acusa o filho de deixá-la passando fome.

Os policiais militares que atenderam a ocorrência foram recebidos pelo neto da idosa, que contou que o tio mantém sua avó trancada em casa e não permite que ela viaje para Goiânia, onde ela tem casa e familiares. A mãe do acusado confirmou que o filho fica com seu cartão de banco e usa o dinheiro da sua aposentadoria para gastar com ele.

Ainda segundo a PM, a vítima contou para os militares que passa fome, porque o filho não traz alimentos para casa. Para conseguir comer, ela alegou que precisa da ajuda de vizinhos. Questionado pelos militares, o suspeito confirmou que não permite que sua mãe deixe a casa porque tem medo que seu sobrinho, que fez a denúncia, se apodere da aposentadoria dela.

Todos foram encaminhados para 18ª Delegacia Regional de São Mateus. A assessoria da Polícia Civil foi procurada, mas até o fechamento desta reportagem não respondeu se o suspeito foi autuado e preso ou se foi liberado.

Ver comentários