Notícia

Relembre a visita do Papa João Paulo II a Vitória

A vinda do pontífice completa 27 anos no próximo mês. Você esteve lá? Conte para a gente se fez parte desta história #somoscapixabas

especial

 Maior liderança da Igreja Católica até 2005, ano de sua morte, o Papa João Paulo II visitou Vitória em outubro de 1991. Além da missa na Enseada do Suá, no lugar hoje conhecido como Praça do Papa, o pontífice fez uma celebração em São Pedro, uma das regiões mais carentes da Grande Vitória. Durante toda a sua estada no Espírito Santo, A GAZETA o acompanhou, registrando momentos de fé e emoção. A visita completa 27 anos no próximo mês. Você esteve lá? Conte para a gente se fez parte desta história.

A missa na praça reuniu mais de 200 mil pessoas, até hoje o evento no Estado com o maior número de participantes. Mesmo com o clima chuvoso, os fiéis não desanimaram durante a celebração, ouvindo com atenção as mensagens do papa. Na homilia, João Paulo II fez clara defesa à vida, ao falar de aborto, e condenou toda forma de violência. O sermão durou cerca de 20 minutos e, em vários momentos, foi interrompido por intensos aplausos.

Imagens da visita do papa a Vitória
Imagens da visita do papa a Vitória
Foto: Chico Guedes - 19/10/1991

Depois de sair da praça, o papa foi levado a São Pedro de helicóptero, onde foi recebido com muita emoção por moradores da região. Na época, o cenário era de intensa pobreza, e a população vivia em meio ao lixão; muitos residiam em palafitas sobre o mangue. Por lá, João Paulo viu protestos contra o extermínio de crianças e fez duras críticas ao “capitalismo selvagem e à acumulação de riqueza”.

Ao fim da celebração, três crianças conseguiram romper o esquema de segurança e chegaram perto do papa, de quem receberam abraços e um terço. O próprio pontífice quebrou o protocolo e, antes de ir embora, se aproximou do público e cumprimentou várias pessoas. João Paulo também fez uma doação no valor de US$ 100 mil para a construção de um centro pastoral destinado à formação de lideranças católicas. Veja a galeria de fotos.

Ele passou pouco mais de 18 horas no Espírito Santo e daqui seguiu para Maceió, capital de Alagoas. O papa morreu em abril de 2005 e, quase 10 anos depois, em 2014, tornou-se santo.

 

 

 

 

 

Ver comentários