Notícia

Terceira Ponte é interditada nos dois sentidos

O Corpo de Bombeiros foi acionado para auxiliar em ocorrência de resgate

Motoristas aguardam a liberação da Terceira Ponte, interditada nesta segunda-feira (10)
Motoristas aguardam a liberação da Terceira Ponte, interditada nesta segunda-feira (10)
Foto: Vitor Jubini

A Terceira Ponte está interditada nos dois sentidos desde as 15h19 desta segunda-feira (10). O bloqueio da principal via de ligação de Vitória a Vila Velha já é o maior da história.

De acordo com informações da Rodosol, que administra a ponte, a interdição foi necessária devido a uma operação de resgate. O Corpo de Bombeiros auxilia na ocorrência.

> VÍDEO | Impacientes, motoristas fazem buzinaço

O médico Antônio Lemos está preso no trânsito desde as 16 horas. Ele questiona a falta de uma proteção na Terceira Ponte. "Já desliguei o carro, já dormi. Estou voltando de um plantão. Eu acho o que falta é uma proteção na ponte, eficiente, que já deveria ter colocado", avaliou.

Médico Antonio Lemos, um dos motoristas preso no trânsito por conta da interdição da Terceira Ponte
Médico Antonio Lemos, um dos motoristas preso no trânsito por conta da interdição da Terceira Ponte
Foto: Rafael Monteiro de Barros

O comerciante Marcos Agrizzi também está preso no trânsito desde as 16 horas, e, assim como o médico Antônio Lemos, questiona a falta de proteção na Terceira Ponte. "Eu acho que algum órgão, algum responsável público, o Ministério Público talvez, tinha que agir junto à Rodosol, de obrigá-la a colocar alguma rede de proteção. O que não pode continuar é todo mundo ficar calado, nesse sentido de todo mundo ficar falando: 'Ah, tudo bem'. Mas o Estado está parado tem quatro horas já. Umas 15 horas já estava fechado. Então quer dizer, o Estado para por causa de um acidente, uma pessoa doente, que eu acho que devemos respeitar, porque a pessoa está doente. Mas eu acho que tem que colocar uma rede de proteção".

O comerciante Marcos Agrizzi está desde as 16 horas parado no trânsito
O comerciante Marcos Agrizzi está desde as 16 horas parado no trânsito
Foto: Rafael Monteiros de Barros | CBN Vitória

A professora Fabiani Soares Malta, de 38 anos, está parada desde as 15h50. "Alguma coisa tem que ser feita. A gente entende que tem uma vida tentando ser salva do outro lado, mas e a população? Está sendo recorrente, não é a primeira vez. Acho que tem que tomar alguma medida em relação a isso".

Fabiane Soares Malta, professora, de 38 anos
Fabiane Soares Malta, professora, de 38 anos
Foto: Rafael Monteiros de Barros | CBN Vitória

> FOTOJORNALISMO | Os reflexos no trânsito após interdição

O QUE DIZEM ARSP E MINISTÉRIO PÚBLICO

A Agência de Regulação dos Serviços Públicos do Espírito Santo (Arsp), que precisa autorizar a implantação do projeto de uma barreira de proteção na Terceira Ponte, foi demandada pela reportagem, mas ainda não respondeu aos questionamentos.

No fim de julho deste ano, a agência informou que ainda não havia previsão de implantação de uma proteção. A ideia é colocar cabos de aço sustentados por estruturas metálicas inclinadas dos lados da ponte.

Após o projeto ter sido entregue pela Rodosol, concessionária que administra a Terceira Ponte, a Arsp o encaminhou ao Ministério Público Estadual (MPES) para que o órgão verificasse o possível impacto da instalação dos equipamentos de proteção sobre a tarifa do pedágio.

Acionado pela reportagem, o Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça Cível de Vitória, informa que aguarda documentação da ARSP. "Em relação à necessidade de instalação da proteção, o MPES informa ainda que existe uma Ação Popular, que tramita no Judiciário, para que a Rodosol e o Estado do Espírito Santo adotem as providências necessárias para a mitigação de suicídios na Terceira Ponte. Em manifestação nesse processo, que trata especificamente da instalação de grade de proteção, o MPES foi favorável ao deferimento do pedido".

Questionada, a Rodosol respondeu que já apresentou o projeto da rede de proteção para a Arsp. "Aguardamos definição da agência em relação ao projeto".

OS REFLEXOS NO TRÂNSITO

Foto: CDT

Vitória

- Av. Alexandre Buaiz, sentido Centro (atualização: vias liberadas às 19h50);

- Av. Elias Miguel, sentido Centro (atualização: vias liberadas às 19h50);

- Av. Getúlio Vargas, sentido Centro (atualização: vias liberadas às 20h);

- Av. Princesa Isabel, sentido Ufes (atualização: via liberada às 21h48); o sentido Segunda Ponte permanece com lentidão;

- Av. Nair Azevedo Silva, sentido Vila Velha (atualização: vias liberadas às 20h);

- Av. Jerônimo Monteiro, sentido Segunda Ponte;

- Av. Vitória, sentido Ufes (atualização: via liberada às 21h40); sentido Centro permanece com lentidão;

- Av. Marechal Mascarenhas de Moraes, sentido Centro;

- Av. Nossa Senhora dos Navegantes, sentido Centro;

- Av. Nossa Senhora da Penha, sentido Terceira Ponte (atualização: vias liberadas às 20h05);

- Av. Américo Buaiz, sentido Centro (atualização: vias liberadas às 20h);

- Av. Cezar Hilal, nos dois sentidos (atualização: vias liberadas às 21h51)

- Av. Desembargador Santos Neves, nos dois sentidos (atualização: vias liberadas às 20h05);

- Av. Leitão da Silva, nos dois sentidos (atualização: vias liberadas às 20h);

- Av. Rio Branco, nos dois sentidos (atualização: vias liberadas às 20h);

Vila Velha

- Segunda Ponte, sentido Vitória (atualização: vias liberadas às 20h);

- Cinco Pontes, nos dois sentidos (atualização: vias liberadas às 20h30);

- Rodovia do Sol, sentido Vitória (atualização: vias liberadas às 20h35);

- Av. Carlos Lindenberg, os dois sentidos (atualização: vias liberadas às 21h43);

- Av. Brasil, sentido Centro de Vila Velha (atualização: vias liberadas às 20h38);

 

 

VÍDEOS

 

 

 

 

 

 

Ver comentários