Notícia

Governo do ES anuncia mais quatro unidades da Escola Viva

No total, serão abertas 1.740 vagas. Quem fez o anúncio foi o secretário estadual de Educação, Haroldo Rocha

Escola Viva
Escola Viva
Foto: Divulgação | Sedu

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Sedu), anunciou nesta sexta-feira (26) a criação de mais quatro unidades da Escola Viva para o início do ano letivo, em 2019, nos municípios de Conceição do Castelo, Muqui, Viana e Fundão.

No total, serão abertas novas 1.740 vagas. Quem fez o anúncio foi o secretário estadual de Educação, Haroldo Rocha. Na Escola Municipal Elisa Paiva, em Conceição do Castelo, serão 240 vagas do 6º ao 9º ano para o Ensino Fundamental e 210 vagas para o Ensino Médio, totalizando 450 vagas.

Em Muqui, na Escola Estadual Senador Dirceu Cardoso, serão ofertadas 280 vagas do 6º ao 9º ano para o Ensino Fundamental e 200 vagas para o Ensino Médio. Ao todo, serão 480 oportunidades.

Secretário Estadual de Educação, Haroldo Rocha
Secretário Estadual de Educação, Haroldo Rocha
Foto: Lara Rosado

Na Escola Estadual Ewerton M. Guimarães, no município de Viana, serão 140 vagas para o Ensino Fundamental do 8º e 9º ano e 200 para o Ensino Médio. E, por último, em Fundão, na Escola Estadual Nair Miranda, serão 70 vagas para o 9º ano no Ensino Fundamental e 400 vagas para o Ensino Médio.

> As apostas para se dar bem nas provas do Enem

A Sedu tem três meses para realizar algumas intervenções nas unidades como, por exemplo, ampliar os refeitórios, já que os alunos da Escola Viva almoçam nas instituições. Eles ficam no local por 9 horas e 30 minutos; entram às 7h30 e saem às 17h. O Espírito Santo, que tinha 32 Escolas Vivas, terá 36. 

CHAMADA PÚBLICA

Na tarde desta sexta (26), o secretário também anunciou que 300 mil vagas vão ser ofertadas no Espírito Santo em toda a rede estadual. Em 2018, 232 mil alunos foram matriculados. De acordo com o secretário, nem todas as vagas são ocupadas. São 300 mil vagas ofertadas pelo Estado em 469 escolas estaduais. 21% em zona rural e 79% em zona urbana.

APLICATIVOS

A Sedu também anunciou que os pais vão ter acesso ao desempenho dos alunos por meio de um aplicativo. A ferramenta estará disponível a partir da próxima quinta-feira, dia 1º de novembro, para celulares do sistema Android. Os pais terão acesso com o login, que é o CPF, e a senha que são os quatro primeiros números do CPF. Lá, eles poderão consultar as notas por disciplina, quantidade de faltas do aluno, evolução da frequência de presença e da nota.

Ver comentários