Notícia

Nova cabine para cobrança automática na Terceira Ponte

Cabine de nº 8 no sentido Vitória terá cobrança expressa para facilitar acesso à Reta da Penha

Terceira Ponte: mudanças à vista
Terceira Ponte: mudanças à vista
Foto: Vitor Jubini

Uma nova cabine para a cobrança automática de pedágio será instalada na Terceira Ponte em dezembro. Ela será destinada aos usuários que trafegam no sentido Vila Velha-Vitória - onde é feita a cobrança unidirecional -, com destino à Reta da Penha.

Atualmente, a ponte conta com três cabines de cobrança automática: a de número 1 é destinada aos motociclistas, já as cabines 2 e 3 estão voltadas aos demais veículos. Todas estão localizadas no lado direito da ponte, no sentido Vitória. Existem ainda outras cinco cabines onde são feitas cobranças em dinheiro.

Com a mudança, a cabine 8 será reconfigurada para fazer a cobrança automática. Ela está localizada no extremo do lado esquerdo. O objetivo é facilitar o tráfego de quem segue para a Reta da Penha, via Praça do Cauê. Hoje, é preciso passar pela Rua Alaor Queiroz de Araújo, em uma área mais residencial da Enseada do Suá, para ter acesso à avenida.

A instalação da nova cabine foi confirmada pela Agência de Regulação dos Serviços Públicos do Espírito Santo (ARSP), que informou que os detalhes serão divulgados em dezembro.

O objetivo é melhorar a fluidez do trânsito e a segurança na área das cabines, na Praça de Pedágio. No local, os motoristas disputam espaços para obter acesso à Reta da Penha, cruzando várias faixas, ou dando uma volta maior por dentro do bairro.

Leia também

A Rodosol, concessionária que administra a via, não se manifestou sobre o assunto. Mas obras já estão sendo realizadas na ponte para concluir a instalação dos equipamentos.

PEDIDO

A criação da nova cabine de cobrança automática foi solicitada à Arsp pelas associações de moradores e investidores de três bairros: Praia de Santa Helena (AMPSH), Enseada do Suá (Amei-ES) e Praia do Suá (AMPS).

O presidente da Amei-ES, Eduardo Borges, relata que a solicitação faz parte de um conjunto de mudanças que visam reduzir o tráfego de veículos dentro do bairro Enseada do Suá. “Além de criar facilidades para quem deseja seguir para a Reta da Penha, a mudança reduz o tráfego na Rua Alaor Queiroz de Araújo, que é mais residencial, um percurso que já tem ficado congestionado”, pondera.

Eles foram informados pela direção da Arsp de que os serviços da nova cabine já estavam em execução e que após o dia 27 de novembro tinham sido iniciados os testes dos equipamentos para a nova cabine. “Foram rápidos na resposta e com as mudanças. Mais um conquista dos moradores”, assinalou Borges.

Desde o último mês de junho, quando a cobrança de pedágio em um único sentido da ponte começou a ser implantada, a adoção de uma cabine expressa para a Reta da Penha começou a ser analisada. Fato que acabou sendo reforçado pelo pedido dos moradores.

PEDÁGIO

As informações são de que o custo da implantação da nova cabine não é alto e não terá repercussão expressiva na tarifa do pedágio. O valor será compensado no final do ano, quando é feito um balanço de todos os investimentos da ponte para que seja efetuado o reajuste anual da tarifa, previsto em contrato.

Outra mudança ocorrida na ponte e que também será considerada na avaliação do pedágio foi o pedágio unidirecional, que acabou com as cabines de cobrança no sentido Vitória para Vila Velha, com a redução no número de funcionários atuando no local. Há, ainda, a retirada do canteiro central, com a criação de uma nova faixa, obra que ainda será feita.

Ver comentários