Notícia

Passagem de ônibus em Vila Velha pode subir de R$ 3,20 para R$ 3,75

O Conselho Municipal de Transporte decidiu na manhã desta segunda (14) pelo reajuste. O prefeito Max Filho precisa homologar a decisão

Tarifa dos ônibus de Vila Velha pode passar para R$ 3,75
Tarifa dos ônibus de Vila Velha pode passar para R$ 3,75
Foto: Reprodução/NA

A passagem dos ônibus municipais de Vila Velha deve ficar mais cara. Por quatro votos a dois, o Conselho Municipal de Transporte de Vila Velha decidiu, na manhã desta segunda-feira (14), subir a tarifa de R$ 3,20 para R$ 3,75, o mesmo valor que passou a vigorar no sistema Transcol. Para o reajuste, de 17%, entrar em vigor, o prefeito Max Filho precisa homologar a decisão. O secretário de Defesa Social e Trânsito de Vila Velha, coronel Oberacy Emmerich, sinalizou, no entanto, que o prefeito deve acatar o reajuste atendendo a um clamor da viação Sanremo,  que alegou ter prejuízo de R$ 600 mil por mês.

O Conselho Municipal de Transporte é um órgão independente do Poder Executivo formado por representantes da Câmara Municipal, Conselho Comunitário, empresas de ônibus, rodoviários, estudantes e e a própria prefeitura. Nenhum vereador apareceu e os parlamentares foram criticados pela omissão. Os únicos votos contrários foram do Conselho Comunitários e da União Municipal de Apoio ao Estudante (Umaes). Diretor da Umaes e secretário Geral do DCE da UVV, Jonas Lube cobrou melhorias nos coletivos.

"Foi um aumento acima da inflação e sem nenhum benefício para a população. Ninguém disse que o transporte vai ser novo, com mais segurança, com ar-condicionado", reclamou.

Já Núbia Lorenzutti, membro do conselho do Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Espírito Santo (SETPES), que votou favorável ao reajuste, disse que o sistema municipal está à beira do colapso já que a viação Sanremo não recebe subsídio, diferentemente daquelas que operam no Transcol. "Ano passado nós mandamos 140 funcionários embora para tentar equilibrar o custo da operação à receita, mas também não foi suficiente", relatou.

O argumento das empresas foi o mesmo usado pelo representante do Sindicato dos Rodoviários, Marcos Moreira, para concordar com o aumento.  "A Viação Sanremo está defasada. E com a defasagem da Sanremo, ela corre o risco de fechar as portas. Estamos preocupados com a manutenção do emprego do trabalhador", justificou.

O prefeito Max Filho tem um prazo de 48 horas para decidir se homologa ou não o reajuste.

Semana começa com passagem do Transcol mais cara

O último aumento na tarifa das linhas de ônibus foi de 6,25% e aconteceu no dia 11 de maio de 2018. O valor deveria passar de R$ 3,20 para R$ 3,40, mas o prefeito não homologou o reajuste e a tarifa ficou congelada.

Segundo o secretário Oberacy Emmerich, o cenário agora é outro e Max Filho tende a acatar a proposta de reajuste. O nivelamento entre os preços da passagem dos coletivos de Vila Velha e do Transcol é um passo, segundo Oberacy, para acelerar a integração entre os sistemas municipal e metropolitano de transporte.

VITÓRIA

Na Capital, a secretaria municipal de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana (Setran) anunciou que, na tarde desta segunda, representantes da Câmara Temática de Transporte Público de Passageiros do Conselho Municipal de Transporte e Trânsito (Comuttran) vão se reunir para discutir o assunto. O último reajuste em Vitória foi no início de 2018, de 6,5%, e hoje o usuário paga R$ 3,35.

Ver comentários