Notícia

Entenda como é possível índice de calor maior que 50ºC no ES

Previsão é de que o calor continue, já que uma massa de ar quente estacionou sobre o Estado

Termômetro da Avenida Mascarenhas de Moraes, em Vitória, registra 41°C
Termômetro da Avenida Mascarenhas de Moraes, em Vitória, registra 41°C
Foto: Bernardo Coutinho

Que o calor no Espírito Santo esses dias está de rachar não é novidade. Mas qual é a explicação  para isso? Ao contrário do que dizem os memes na internet não tem um sol para cada pessoa - apesar de parecer. Segundo meteorologistas, a combinação de altas temperaturas e muita umidade do ar faz com que a sensação térmica ultrapasse o número marcado pelos termômetros.

Além disso, uma massa de ar quente estacionou sobre o Estado, impedindo a entrada de ar mais frio. Essa massa deixa a atmosfera mais aquecida e nem o vento típico da Capital dá aquela refrescada porque, segundo Marlene Leal, meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), ele vem do mar, jogando mais umidade no continente.

"A sensação térmica é uma combinação de temperatura e umidade relativa do ar. Como na Grande Vitória a umidade estava a 64% numa de temperatura de 37ºC, essa percepção de calor fica em torno de 50ºC e 51ºC, como foi o caso deste domingo (24). O vento típico desta região não ajuda a refrescar porque é vento sudeste, vindo do mar. Ele leva umidade, deixando o vapor mais quente. O ideal seria vento norte ou nordeste, que são mais secos", detalha Marlene.

Leia também

Já Josélia Pegorim, meteorologista do Instituto Climatempo, destaca que Vitória registrou a maior temperatura neste domingo, quando o termômetros marcaram 37,7°C e a sensação térmica chegou a 51°C. Nesta segunda-feira (25), foi registrado o segundo número maior, quando, ao meio-dia, a temperatura era 37,6ºC, com a sensação térmica chegando a 46ºC.

Para essa semana prepare o protetor solar, e beba bastante água porque a notícia não é boa: o sol e o calorão vão continuar. Segundo Josélia, a semana deve seguir bastante abafada, com previsão de pancadas de chuva - acompanhada por raios - a partir de quarta-feira (27). Um frente fria até começa a se aproximar, mas sem muita força, por isso, afirma Josélia, não deve fazer grande diferença.

"Mesmo com previsão de pancadas de chuva e uma ligeira queda de temperatura a sensação térmica permanece nos 40ºC", alerta a especialista.

Águas de março

De uma forma geral, o mês de março - que fecha o verão e começa na sexta-feira - tende a ser mais chuvoso. Tanto que já virou música. Para a Marlene Leal, o próximo mês deve seguir essa tendência e tenha chuvas, mas não diariamente. Segundo ela, ainda não há detalhes sobre a previsão para março.

 

 

Ver comentários