Notícia

Rodovia do Contorno: obras de revitalização ainda sem data prevista

De acordo com a Eco 101, concessionária responsável, os projetos aguardam aprovação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Moradores pedem instalação de passarelas e mais policiamento na região

Rodovia do Contorno, em Cariacica
Rodovia do Contorno, em Cariacica
Foto: Patrícia Scalzer

A Eco 101 anunciou obras de revitalização dos 27 quilômetros da Rodovia do Contorno, que liga Cariacica a Serra, porém, não há prazo para início das obras. De acordo com a concessionária, os projetos aguardam aprovação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Desde 2014, quando a Eco 101 começou a explorar a BR 101 em todo Estado, havia uma indefinição de quem era a responsabilidade de obras na Rodovia do Contorno. Em junho do ano passado, o trecho, que estava sob responsabilidade do DNIT, foi incorporado ao contrato da concessionária por determinação da ANTT.

De acordo com o gerente de engenharia da Eco 101, Rodrigo Rodrigues, após a decisão, a concessionária elaborou o projeto de revitalização do trecho. As obras contemplam a recuperação estrutural do pavimento em ambos os sentidos, a revitalização da sinalização horizontal e vertical, a implantação de tachas refletivas, a adequação nos sistemas de drenagem, a recuperação de barreiras rígidas e defensas metálicas e a recuperação estrutural de pontes e viadutos.

Agora, a Eco 101 aguarda a aprovação da ANTT para início das obras, orçadas em R$ 77 milhões. Como não há previsão para início dos trabalhos, o asfalto do trecho passou por uma recuperação superficial, como explica Rodrigues.

“Elaboramos e apresentamos os projetos executivos até o final de dezembro. Agora esses projetos estão em avaliação da ANTT. Em paralelo, até aprovação desses projetos, iniciamos um trabalho de intervenção no pavimento”.

Passarelas e segurança

Quem mora ou precisa passar pelo Contorno diz que a urgência maior no local é a instalação de passarelas. A técnica de enfermagem Marli Pereira, que mora em Porto Belo, Cariacica, conta que todos os dias precisa se arriscar entre os veículos para conseguir chegar em casa. “Passarela é isso que você está vendo, atravessamos a pista na frente dos carros. Constantemente há atropelamentos, acidentes com moto, bicicleta, são vários acidentes”.

Eliana Brasil tem medo de atropelamentos no Contorno
Eliana Brasil tem medo de atropelamentos no Contorno
Foto: Patrícia Scalzer

A dona de casa Eliana Oliveira Brasil, que mora em Nova Rosa da Penha 2, Cariacica, diz que os filhos precisam atravessar a rodovia diariamente, e a falta de uma passarela a deixa angustiada. “Fico muito preocupada, muito mesmo. Eles atravessam pela manhã para ir ao trabalho e faculdade e nunca sabemos o que pode acontecer. Tem dia que o trânsito está calmo, mas tem dia que está mais agitado”, destacou.

Para a atendente Flávia Duarte, passarelas e radares são as demandas mais urgentes da Rodovia do Contorno, mas ela reclama da falta de segurança na região. “Está fazendo muita falta passarelas no Contorno. Poderia também ter mais fiscalização policial. Domingo teve um assalto a ônibus que saiu do Terminal de Campo Grande às 11h”, disse.

Sobre a instalação das passarelas, o gerente de engenharia da Eco 101 explicou que já existe a contratação das obras de implantação de sete passarelas no Contorno, mas esse serviço também aguarda liberação da ANTT. A previsão é entregar as sete passarelas instaladas até maio.

Anúncio de implantação de passarela na Rodovia do Contorno, Cariacica
Anúncio de implantação de passarela na Rodovia do Contorno, Cariacica
Foto: Patrícia Scalzer

Com relação à insegurança, a Polícia Militar informou, por nota, que diariamente realiza ações voltadas para a segurança dos motoristas, cobradores e passageiros de coletivos. As abordagens acontecem em diversos pontos e em horários estratégicos.

Disse também que a BR 101 é federal, portanto, o patrulhamento preventivo é de responsabilidade da Polícia Rodoviária Federal (PRF), mas a PM está sempre a disposição quando acionada via 190.

A ANTT foi demandada mas não respondeu até o final da noite desta segunda.

Locais das passarelas

Nova Rosa da Penha - km 285,8

Nova Rosa da Penha - km 286,1

Nova Valverde - km 287,3

Flexal - km 288,3

Bubu - km 292,6

Mucuri - km 295,3

Vila Independência - km 295,4 

 

 

Ver comentários