Notícia

Carro de desaparecida é encontrado trancado em Vila Velha

Elenir Penha de Oliveira, de 43 anos, está desaparecida desde o dia 2 de fevereiro. O carro dela foi encontrado pela polícia no último dia 22 trancado e com todos os pertences da mulher

A dona de casa Elenir Penha de Oliveira, de 43 anos, foi vista pela última vez no Ibes, em Vila Velha
A dona de casa Elenir Penha de Oliveira, de 43 anos, foi vista pela última vez no Ibes, em Vila Velha
Foto: Reprodução

Ainda sem respostas sobre o desaparecimento da dona de casa Elenir Penha de Oliveira, de 43 anos, que não foi mais vista desde o dia 2 de fevereiro, a família realizou no último sábado (9) uma passeata para chamar atenção das autoridades sobre a situação. O carro em que Elenir estava quando desapareceu foi encontrado no dia 22 de fevereiro com todos os pertences.

A filha de Elenir, Franciele Lippaus, conta que a Polícia Civil, que investiga o caso, encontrou o carro da mãe na Rua Manaus, em Itapuã, Vila Velha. O veículo passou por perícia, mas nenhum indício que pudesse ajudar nas investigações teria sido encontrado.

"O carro foi periciado e todos os documentos estavam lá, até o celular, a bolsa com tudo dentro e o carro estava trancado. A gente tinha esperança que quando o carro fosse encontrado nós teríamos uma pista", explicou Franciele.

No sábado (9), a família realizou uma passeata  que tinha como ponto final o local em que o veículo foi encontrado. A filha diz que a ação teve o objetivo de chamar atenção das autoridades para o caso, que os familiares, apreensivos, esperam que termine bem.

"Fizemos essa caminhada para chamar atenção das autoridade para o caso da minha mãe. Ninguém consegue fazer nada, é uma situação atordoante, estamos tristes", desabafa a filha.

> Corpo de adolescente é encontrado por pescador em Cariacica

POLÍCIA CIVIL

Questionada sobre o caso, a Polícia Civil informa que o caso segue sob investigação da Delegacia Especializada de Pessoas Desaparecidas (DEPD) e que outras informações não serão passadas, no momento, para não atrapalhar as investigações.

A PC reforça que conta com a colaboração da população e qualquer contribuição para identificação de suspeitos podem ser feitas por meio do Disque-Denúncia 181 ou pelo disquedenuncia181.es.gov.br, onde é possível a pessoa anexar imagens e vídeos de ações criminosas.

> Caso Jane Cherubim: vendedora é chamada para terceiro depoimento

COMO AJUDAR

A família pede que, caso alguém tenha visto Elenir ou souber de alguma informação que possa ajudar no caso, entre em contato pelos telefones da filha Franciele, 9 9880 8735, ou pelo número do marido da dona de casa, Atanilto, 9 9849 1843.

Franciele explica que um boletim de ocorrência foi registrado assim que o desaparecimento foi confirmado. Além disso, as Guardas Municipais de Vitória e Vila Velha foram acionadas em caso de verem alguma movimentação com o carro de Elenir.

O CASO

Uma dona de casa está desaparecida desde o último sábado (2). Elenir Penha de Oliveira, de 43 anos, foi vista pela última vez no Ibes, em Vila Velha. Ela havia ido à casa da mãe para jantar e, por volta das 19h, teria dito que iria para casa e não foi mais vista. Ela saiu do local de carro, um Hyundai HB 20, de cor branca, placas OYH 0119.

A filha de Elenir, Franciele Lippaus, contou que a mãe mora em Residencial Coqueiral, em Vila Velha, com o marido. A dona de casa desaparecida toma medicamento para tratar depressão a mais de um ano e Franciele explicou que, na semana passada, ela teria tido uma discussão com outra filha, o que a teria deixado agitada.

"Na verdade ela teve uma discussão com a minha irmã na semana passada e ela ficou agitada. Então, no sábado (2), ela foi para a casa da minha avó, saiu falando que ia para casa e não foi mais vista", diz a filha.

Ver comentários