Notícia

Compartilhamento de patinetes elétricos pode ser integrado ao Bike VV

A prefeitura tem até 90 dias agora para regulamentação da lei aprovada na Câmara Municipal de Vereadores

Foto: Marcelo Prest | Arquivo | GZ

Os patinetes elétricos, que já estão presentes em Vitória por meio de uma empresa de compartilhamento, podem chegar a Vila Velha por meio do Bike VV. É que a prefeitura de Vila Velha sancionou nesta quarta-feira (13) uma lei que institui no município canela-verde o sistema de compartilhamento de patinetes públicos elétricos”, denominado “Patinetes Elétricos VV”.

O sistema de compartilhamento poderá funcionar integrado e por meio do Bike VV e deverá ser parte integrante do Plano Municipal de Mobilidade Urbana, de acordo com a prefeitura. Ainda segundo a prefeitura, o sistema tem entre os objetivos incentivar o uso do patinete como meio de transporte, visando à redução de veículos automotores em circulação e dos índices de emissão de poluentes no ar, o desenvolvimento de ações voltadas à melhoria do sistema de mobilidade cicloviária, além da conscientização da sociedade quanto a necessidade de utilização de outros modais de transporte.

A prefeitura de Vila Velha explicou ainda que foi feita uma consulta pública que indicou a aprovação pela população da implantação dos patinetes elétricos, mas também houve pedidos de ampliação do Bike VV, hoje já funcionando no município canela-verde.

Leia também

“Ficou claro que a cidade aprova a implantação de patinetes mas deseja e requer a ampliação do sistema de bicicletas. Estamos nos concentrando em uma possível implantação dos patinetes mas sobretudo na expansão do sistema de compartilhamento de bicicletas. Questão inclusive norteada pelo plano de mobilidade”, ressaltou o secretário municipal de Administração, Rafael Gumiero.

O secretário pontuou ainda algumas ações que devem ser tratadas com muita atenção. “Ao implantar os patinetes trataremos de questões como qualidade, segurança e preço para nós é muito importante. Ciclovia não é autódromo. Não é possível colocar patinetes circulando na cidade sem seguro civil contra acidentes para usuários e terceiros. Além do mais temos que estimular o aspecto de segurança no deslocamento cicloviário”, pontuou o secretário.

A prefeitura disse que o intuito é reforçar a sinalização viária e realizar campanhas de conscientização para incentivar o respeito às regras de utilização e estimular a integração dos diversos modais. “Se formos implantar patinetes em Vila Velha não é para suprimir nenhum tipo de transporte coletivo, mas sim para complementar”, reforçou Gumiero.

A prefeitura tem até 90 dias agora para regulamentação da lei aprovada na Câmara Municipal de Vereadores. O prazo final para possível implementação do sistema não foi informado. 

Ver comentários